Dengue e coração: alerta para possíveis complicações cardíacas

Saúde e Bem EstarSaiba mais

Dengue e coração: alerta para possíveis complicações cardíacas

Médico cardiologista destaca riscos de miocardite e arritmia

Crédito: Divulgação PBH

Em meio à epidemia de dengue que assola algumas regiões do Brasil, um estudo publicado no International Journal of General Medicine (Revista Internacional de Medicina Geral) revela preocupantes complicações cardíacas associadas à doença. Transmitida principalmente pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue, causada por um flavivírus, apresenta uma variedade de manifestações, sendo a febre autolimitada a mais comum, mas também podendo evoluir para formas graves.

A atenção à saúde cardíaca torna-se crucial, conforme alerta o médico cardiologista Mateus Freitas Teixeira. Embora raras, complicações como miocardite e arritmias estão sendo cada vez mais relatadas em estudos recentes. A febre hemorrágica da dengue e a síndrome do choque da dengue apresentam um risco significativo de envolvimento cardíaco com potencial letal, destacando a importância da avaliação clínica e eletrocardiográfica.

No monitoramento, são observadas bradiarritmias, incluindo bradicardia sinusal, ritmo juncional e bloqueios atrioventriculares, assim como taquiarritmias supraventriculares e ventriculares. O médico ressalta que, apesar da maioria das alterações ser transitória, é fundamental que profissionais de saúde estejam alertas para garantir uma intervenção adequada e prevenir complicações cardíacas graves associadas à dengue. A conscientização sobre esses riscos torna-se essencial para orientar pacientes e evitar consequências potencialmente fatais.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 17 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/