Dia Mundial da Hipertensão: sal de cozinha pode ser o vilão

Saúde e Bem EstarPressão alta

Dia Mundial da Hipertensão: sal de cozinha pode ser o vilão

As doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de morte.  

Dia Mundial da Hipertensão, comemorado anualmente em 17 de maio, foi instituído com o objetivo de alertar a população para os riscos dessa doença tão perigosa. A hipertensão arterial (pressão alta) é uma enfermidade crônica que aponta os níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Ela acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg (ou 14 por 9). Em 90% dos casos é uma doença herdada dos pais. Mas, vários fatores relacionados ao estilo de vida também contribuem nos níveis de pressão arterial como o fumo, a bebida alcoólica, a obesidade, o colesterol, o consumo excessivo de sal, estresse e sedentarismo.

As doenças cardiovasculares são, lamentavelmente, as principais causas de morte em todo o mundo. No Brasil as doenças do coração também ocupam o topo da lista de óbitos, representando uma preocupação significativa para a saúde pública. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que mais de 17,9 milhões de pessoas morram a cada ano devido a essas enfermidades. A hipertensão arterial acomete mais de 32% da população adulta brasileira, ou o equivalente a 36 milhões de indivíduos, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Nesta data importante, é preciso entendermos os malefícios associados ao consumo excessivo de sal de cozinha e sódio, especialmente em relação à saúde cardiovascular.

O sal de cozinha, rico em cloreto de sódio, tem sido apontado como um dos principais vilões quando se trata de problemas cardiovasculares. O sódio em excesso pode elevar a pressão arterial, aumentando assim o risco de hipertensão, doenças cardíacas e Acidentes Vasculares Cerebrais (AVCs). Além disso, o consumo descontrolado de sal está associado à retenção de líquidos, inchaço e ganho de peso, fatores que podem agravar ainda mais as condições cardiovasculares.

No entanto, há uma luz no fim do túnel para aqueles que buscam reduzir sua ingestão de sódio sem sacrificar o sabor. O Bio Salgante surge como uma alternativa revolucionária no mercado brasileiro. Aprovado pela Anvisa e formulado sem sódio, este substituto de sal promete oferecer um sabor praticamente idêntico ao do sal comum.

Segundo a empresa fabricante, testes realizados pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) demonstraram os benefícios do Bio Salgante. Em experimentos com ratos normotensos e hipertensos, a substituição do sal comum por esse novo salgante resultou na manutenção da pressão arterial, mesmo após períodos prolongados de ingestão. Além disso, ao não reter líquidos, o Bio Salgante oferece a promessa de reduzir inchaços e ganho de peso, proporcionando um benefício adicional para a saúde cardiovascular.

Neste Dia Mundial de Combate à Hipertensão, é essencial reconhecermos a importância de reduzir nossa ingestão de sal e sódio para proteger nossa saúde cardiovascular. Com o Bio Salgante, os hipertensos e aqueles que buscam melhorar sua saúde têm uma nova e saborosa alternativa à sua disposição. É um passo positivo em direção a uma vida mais saudável e livre de doenças do coração. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 24 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/