Hospital da Mulher avança na reforma e ampliação do centro cirúrgico

Saúde e Bem EstarPrimeira etapa

Hospital da Mulher avança na reforma e ampliação do centro cirúrgico

Projeto prevê mais cinco novas salas de cirurgia, sendo três exclusivamente para obstetrícia

Crédito: Victória Seixas/PMFS

A primeira etapa da reforma e ampliação do centro cirúrgico do Hospital Inácia Pinto dos Santos (Hospital da Mulher) está prestes a ser concluída. Com um investimento de R$ 1,2 milhão, esta fase está prevista para ser entregue no final de abril. A obra é uma realização da Prefeitura de Feira de Santana.

A diretora-presidente da Fundação Hospitalar, autarquia que gerencia o hospital, Gilberte Lucas, destaca a importância desse projeto para a comunidade.

"Estamos avançando significativamente na modernização e expansão do nosso centro cirúrgico. Esta reforma nos permitirá atender melhor as necessidades das pacientes, proporcionando um ambiente seguro e adequado para procedimentos cirúrgicos de diversas especialidades", afirma.

O projeto de reforma e ampliação inclui a instalação de mais cinco novas salas de cirurgia, das quais três serão destinadas exclusivamente à obstetrícia, atendendo as demandas específicas da área. As outras duas salas serão dedicadas a cirurgias eletivas, abrangendo procedimentos ginecológicos, mamários, remoção de nódulos, entre outros.

Além da ampliação das salas cirúrgicas, o projeto contempla a implementação de um Centro de Recuperação Pós-Anestésica (CRPA), com sete leitos dedicados ao cuidado pós-cirúrgico das pacientes, oferecendo um suporte completo durante todo o processo.

A obra abrange ainda melhorias na infraestrutura administrativa do centro cirúrgico, otimizando os fluxos de trabalho, deixando-o mais funcional a equipe médica e de apoio.

Para além da reforma e ampliação do centro, a instituição também está investindo no novo ambulatório de saúde da mulher, com previsão para conclusão de quatro meses.

"Nossas projeções para 2024 incluem a conclusão total do centro cirúrgico, bem como a ampliação da emergência do hospital para oferecer um pronto atendimento específico em obstetrícia", acrescenta Gilberte Lucas.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 15 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/