Policial militar é morto a tiros no subúrbio de Salvador

SegurançaViolência

Policial militar é morto a tiros no subúrbio de Salvador

Crime tem indícios de tentativa de assalto 

Crédito: Reprodução de vídeo

Um policial militar foi morto a tiros na noite de terça-feira (19), próximo da Praça da Revolução, no bairro de Periperi, no subúrbio de Salvador. Segundo a Polícia Civil, o crime tem indícios de tentativa de assalto. Os suspeitos fugiram.

De acordo com o major João Daniel, da 18ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), a vítima foi identificada como Vagner Nunes Costa, soldado lotado na CIPM/Barra.

Vagner Nunes teria participado de uma partida de futebol com amigos e após deixar o local onde jogava, foi baleado, por volta das 21h40. Informações iniciais apontam que ele foi abordado por dois homens armados, em uma motocicleta, que tentavam cometer um assalto.

A vítima, que teria reagido ao crime, foi socorrida por equipes da Rondas Especiais (Rondesp) Baía de Todos-os-Santos (BTS) e levada para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu.

Informações iniciais apontam ainda que a arma do policial foi levada pelos suspeitos. No entanto, a Polícia Civil não confirmou essa versão.

As imagens da câmera de segurança da rua onde ocorreu o crime, mostram que o policial militar estava em uma motocicleta, estacionado na frente de uma clínica, quando os suspeitos chegam no local. Segundos depois, a vítima é baleada e morre. Em seguida, os suspeitos parecem pegar algum objeto da vítima e vão embora. A motocicleta do policial não foi levada.

Nas redes sociais, a 11ª CIPM, onde Vagner Nunes Costa era lotado, divulgou uma nota de pesar lamentando a morte do soldado.

"Lamentamos profundamente o falecimento do soldado da PM Vagner Nunes Costa. Aos familiares e amigos toda força e fé nesse momento de dor e saudade", escreveu.

Em nota, a Polícia Militar informou que o soldado Vagner Nunes fazia parte da corporação desde 2009 e deixou esposa e uma filha de 9 anos.

O crime é investigado pela 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), que fica no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/