Atraso no funcionamento do BRT não tem justificativa

Em Busca da RazãoFeira de Santana

Atraso no funcionamento do BRT não tem justificativa

EDITORIAL DA SEMANA

Crédito: Jorge Magalhães/Secom

Atento observador e conhecedor do sistema de transporte coletivo em diversas cidades brasileiras, além de outros países, o jornalista, radialista e advogado Dilson Barbosa é um crítico fervoroso quando se trata do processo demorado e desgastante para implantar definitivamente o BRT em Feira de Santana.

Para Dilson Barbosa, não há explicação plausível para o problema. "Vejo o BRT num atraso que não tem muita justificativa para não botar para funcionar". Em sua avaliação, falta uma empresa de transporte coletivo urbano assumir as linhas do sistema BRT. "Falta uma empresa entrar, mas as que estão aí estão quebradas. Então faltam ônibus para rodar", avaliou. 

A solução, conforme observa, passa pela abertura de uma nova licitação pública para exploração do serviço. "Tem que abrir concorrência, trazer novas empresas. Mesmo porque as empresas que estão aí tinham ônibus, mas agora não têm mais. A estrutura está pronta, falta entrar em funcionamento", concluiu.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 11 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/