Ponto e Vírgula 05/03/2022

Ponto e Vírgula 05/03/2022

Sobe - RG+ pela promoção da corrida TPM, em homenagem às mulheres, amanhã (6).

Desce - Câmara de Feira, por não ter conseguido um único frequentador nas galerias para sessão especial de ontem (4).

Gratidão

Ontem (4), a Escola João Paulo I comemorou 50 anos de atividades, em Feira de Santana, contribuindo assim com um grande contingente de jovens preparados para a vida. Enalteço essa unidade de educação, elencando o quadro diretivo e os profissionais que nela trabalharam e trabalham. Eu especialmente, quero expressar minha gratidão pelo apoio que recebi da professora Enedite e sua família quando ainda era gerente de uma livraria, e depois quando abrimos, eu e meus irmãos, a "Nossa Papelaria", e ela juntamente com outros diretores de escolas de Feira, nos apoiaram integralmente. Obrigado, querida professora e extensivo a sua família.

Uma vergonha

A audiência marcada para a manhã de ontem (4), na Câmara de Feira, com objetivo de discutir a regulação do Governo do Estado surpreendeu: estava vazia. Todos os convidados representantes na Saúde, tanto do Governo Municipal quanto do Governo do Estado, não estavam presentes. O vereador José Carneiro (MDB) avaliou como vergonhoso. "É preciso rever o conceito de vereador", disparou. Dos convidados, apenas o deputado estadual José de Arimatéia (Republicanos), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde na Al-BA e o deputado Carlos Geilson (PSDB). Alguns vereadores estavam presentes. A galeria da Casa estava vazia e apenas dois repórteres estavam realizando a cobertura. Apesar do criador da sessão ter afirmado que mandou convites para todos os órgãos de comunicação, devo registrar que o Jornal Folha do Estado não foi convidado.

Cidadania

O diretório estadual do Cidadania Bahia vai apoiar a pré-candidatura do ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) para o governo do Estado nas eleições de outubro, durante o congresso estadual que será realizado neste sábado (5), no Hotel Fiesta, das 9 às 12h. O presidente estadual da sigla, Joceval Rodrigues (Cidadania), afirma que Neto mostrou, com excelência, capacidade administrativa durante sua gestão, na capital baiana, que registrou avanços consideráveis.

Insistente

Um dos principais nomes que continuam defendendo a candidatura de Jaques Wagner (PT) ao governo da Bahia, o deputado federal petista Jorge Solla vê o nome do "galego" como ponto unificador no grupo político. O parlamentar afirmou que é com "essa perspectiva" que sua ala do PT trabalha. "Vamos ter uma reunião da executiva do partido nesse sábado (5), vamos ver o que vai ser debatido. Com certeza a Bahia vai continuar no rumo certo", sinalizou.

Nilo

Após longo diálogo com o presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, o deputado federal Marcelo Nilo anunciou oficialmente a saída da legenda. A decisão também ocorreu mediante longas conversas com o ex-deputado Beto Albuquerque, e a presidente do PSB Bahia, a deputada federal Lídice da Mata.

PTB

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) busca um espaço na chapa majoritária que carregará o apoio do presidente Jair Bolsonaro na Bahia, que deve contar como pré-candidato ao Palácio de Ondina, o ministro da Cidadania, João Roma. A sigla tem se organizado na gestão do presidente Gean Prates e do secretário-geral Severiano Alves, e sabe que uma vaga no Senado já está praticamente descartada, com a possível indicação da Dra. Raissa Soares, ex-secretária de Porto Seguro.

Processos

Após se livrar de dezenas de processos, denúncias e inquéritos, o ex-presidente Lula (PT) recorrerá à Justiça contra quatro desafetos: Deltan Dallagnol, Eduardo Bolsonaro, Delcídio do Amaral e Filipe Pace. De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o primeiro julgamento deve ser na próxima semana, contra o ex-procurador Deltan Dallagnol. No processo, o petista acusa Dallagnol de abuso de poder ao imputar a ele práticas de crimes com adjetivações no emblemático Power Point, em 2016, e pede R$ 1 milhão por danos morais.

Risco zero

Um dia após o PP ter firmado publicamente o apoio à candidatura de Otto Alencar (PSD) ao governo, o senador Angelo Coronel (PSD) disse que não há qualquer risco de fissura no acordo celebrado entre as duas legendas para a sucessão estadual. Sem querer dar detalhes sobre os pontos em torno dos quais as duas legendas se acertaram, Coronel afirmou que tudo aquilo que foi apresentado pelo PSD como condição para Otto sair candidato foi atendido pelo PP e vice-versa, tanto na transição dos nove meses quanto no futuro governo.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 03 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/