Ponto e Vírgula 28/05/2022

Ponto e Vírgula 28/05/2022

Sobe - Governo baiano, por investimentos que tornaram a Bahia o maior estado brasileiro na produção de energia eólica.

Desce - Agência Nacional de Saúde, pela concessão do absurdo aumento de 15,5% nos planos de saúde individuais.

Evaldo Martins

Em entrevista ao jornalista Augusto Ferreira, do site O Protagonista, o irmão do prefeito Colbert Filho, Evaldo Martins, afirmou que está no aguardo do posicionamento político do ex-prefeito de Feira para decidir seu futuro. "Depende do futuro político de José Ronaldo. Caso ele seja candidato a deputado federal, o que seria natural, eu não serei candidato. Mas, se ele não for, tenho esse desejo de ser", disse.

Na parede

A vontade de se candidatar é um pleito legítimo de Evaldo. Tem origem na filiação de um dos maiores políticos de Feira de Santana, irmão de um ex-deputado e prefeito da cidade, e que terá facilidade por alguns fatos. Certamente fará a dobradinha principal com o candidato a deputado estadual Pablo Roberto, que sempre foi prestigiado na gestão do irmão de Evaldo, por 5 vezes, e tem a indicação de um secretário. Outro, na mesma situação, é o vereador Tom, que, igual a Pablo, tem, atualmente, uma secretaria no governo de cada um. Pablo com a indicação de Pedro Américo na SEAGRI e Tom com a esposa Cinthia Machado na Habitação. Já Carlos Geilson, é outro que formará fileiras de primeira linha pelo presente político que o prefeito lhe deu ao tornar público que a reforma do mercado do Tomba foi uma solicitação dele.

Ameaçou

O governador Rui Costa (PT), está interpelando judicialmente a servidora pública acusada por divulgar a lista de mortos na fila de regulação do Governo do Estado em Feira de Santana. Ele informou que acionou a Procuradoria Geral do Estado contra a servidora municipal por ter divulgado na imprensa uma suposta lista com nomes de pessoas que morreram na fila de regulação. Rui Costa também ameaçou interpelar judicialmente qualquer outra pessoa que for à imprensa divulgar fatos.

Duplicação

Em sua última visita à Feira, na quinta (27), o pré-candidato ACM Neto, prometeu duplicar a Avenida Contorno. De acordo com Neto, essa é uma das demandas mais importantes para a região. A obra foi objeto de um convênio entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o governo do estado para que fosse realizada pela atual gestão, mas a intervenção ainda não saiu do papel.

Contratação

Aprovados no cadastro reserva de processo seletivo, realizado em 2011, para a contratação de assistentes sociais em Feira de Santana, muitos profissionais ainda não foram convocados pela Prefeitura, mesmo após determinação do Tribunal de Justiça e intimação do Município em 2021. A informação é da assistente social representante do Núcleo de Assistentes Sociais do Município de Feira de Santana (NUCRESS), Ana Clara da Costa Nunes, que discursou em Tribuna Livre na Casa da Cidadania nesta semana.

Respostas

O deputado federal e pré-candidato a governador da Bahia, João Roma (PL), declarou que o estado precisa recuperar seu protagonismo, superando os problemas de infraestrutura e deixando de perder investimentos até mesmo para estados do Nordeste. "A Bahia tem um governo que não dá resposta e perde investimentos e, para não dizer que é perseguição política, perdemos investimento para o estado do Ceará, que também é governado pelo PT", disse.

Educação

O pré-candidato ao governo baiano e ex-secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues (PT), discordou ontem (27), de pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que colocou o estado na última posição de educação à distância, no período da pandemia. "Nesse último lugar no ranking do ensino a distância, existe um equívoco da FGV. A verdade é que não aconteceu um ensino à distância no estado, por motivos como a falta de infraestrutura de internet e acesso aos computadores, que afetou os 850 mil estudantes da rede. A FGV deu nota em algo que não existia. Nós optamos por enviar o material e estudo para os estudantes", disse Jerônimo.

Arrependido

José Padilha, produtor da série 'O Mecanismo', que conta a história da Lava-Jato retratando o ex-juiz do caso, Sérgio Moro como um herói, saiu nas Páginas Amarelas da Veja dizendo que Moro foi a maior decepção da vida dele na política e na justiça. Também admite que esteve errado o tempo todo sobre a Lava Jato e diz que vota em Lula sem pestanejar no segundo turno. 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 08 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/