Claro começa bloquear aparelhos a partir de alertas do Celular Seguro

BrasilSaiba mais

Claro começa bloquear aparelhos a partir de alertas do Celular Seguro

Medida ajuda a evitar a utilização do aparelho a partir de seu furto ou roubo

A concessionária de telefonia Claro começou, nesta quarta-feira (10), a bloquear as linhas de aparelhos a partir de alertas do Programa Celular Seguro, ferramenta de combate efetivo a um dos principais crimes presentes no dia a dia das cidades: o roubo de aparelhos celulares.

A partir desta quinta-feira (11), a ação já estará em pleno funcionamento. O processo está quase totalmente automatizado e será instantâneo. "É mais uma camada de proteção aos usuários, que já tinham garantidos os bloqueios do aparelho e dos acessos às contas bancárias. Inutilizar chip e linha é um passo importante para aumentar ainda mais a segurança e atingir o objetivo do Celular Seguro, que é desestimular o roubo e o furto de celulares", afirmou o Secretário-Executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli.

O projeto já ultrapassou a marca de um milhão de cadastros de usuários. O acesso é feito por meio do gov.br. Os celulares podem ser registrados via site ou aplicativo, disponíveis na Play Store (Android) e na App Store (iOS). A ferramenta já recebeu quase dez mil alertas de usuários referentes a perda, roubo ou furto de aparelhos.

"É importante a gente colaborar com o Programa Celular Seguro. Há muito roubo de telefone celular no Brasil, uma das causas da criminalidade que assusta o país. E esse programa é Made in Brasil. Então, a gente está fazendo e aprendendo a cada dia com ele", afirmou Fábio Augusto Andrade, vice-presidente de Relações Institucionais da Claro.

Bloqueio do celular

Com a iniciativa, as vítimas de furto e roubo de dispositivos móveis poderão bloquear o aparelho e aplicativos digitais em apenas um clique. As empresas que já aderiram e as medidas que elas adotarão estão descritas nos termos de uso. Não há limite para o cadastro de números, mas eles precisam estar vinculados ao CPF do titular da linha para que o bloqueio seja efetivado.

Cada pessoa cadastrada no Celular Seguro poderá indicar pessoas da sua confiança, que estarão autorizadas a efetuar os bloqueios, caso o titular tenha o celular roubado, furtado ou extraviado.

Também é possível que a própria vítima bloqueie o aparelho acessando o site por um computador.

Bancos

Após o registro de perda, roubo ou extravio do celular, os bancos e instituições financeiras que aderiram ao projeto farão o bloqueio das contas. O procedimento e o tempo de bloqueio de cada empresa estão disponíveis nos termos de uso do site e do aplicativo. O bloqueio dos aparelhos celulares seguirá a mesma regra. Até fevereiro, as empresas de telefonia também passarão a efetuar o corte das linhas.

Desbloqueio

O Celular Seguro representa um botão de emergência que deve ser utilizado somente em casos de perda, furto ou roubo do celular. A ação garante o bloqueio ágil do aparelho e de dispositivos digitais.

A ferramenta não oferece a possibilidade de fazer o desbloqueio. Caso o usuário emita um alerta de perda, furto ou roubo, mas recupere o telefone em seguida, terá que solicitar os acessos entrando em contato com a operadora, bancos e outros. Cada empresa segue um rito diferente para a recuperação dos aparelhos e das contas em aplicativos, descrito nos termos de uso.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 20 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/