Eleitor cola teclas de números 1 e 3 em SP para impedir votos em Lula

BrasilInterior do estado

Eleitor cola teclas de números 1 e 3 em SP para impedir votos em Lula

A pena prevista é de 5 a 10 anos de prisão 

Crédito: Divulgação

Um eleitor de Jundiaí (SP) é investigado por tentar obstruir a votação, neste domingo (2). Para isso, ele usou cola plástica nas teclas 1 e 3 da urna eletrônica. O objetivo é impedir votos no candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Não foi informado se o homem foi preso.

O caso aconteceu na sessão 170 da Escola Professor João Batista Curado, localizada no bairro Jardim Tarumã. Por conta da ação do eleitor, agentes da Justiça Eleitoral precisaram substituir a urna para manter o sistema de votação em fluxo.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é crime "causar, propositadamente, dano físico ao equipamento usado na votação ou na totalização de votos ou a suas partes". O delito está previsto no artigo 72, inciso III, da Lei Eleitoral (nº 9.504/97). A pena prevista é de 5 a 10 anos de prisão. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 09 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/