Em três meses, mais de 270 acampamentos foram destruídos em terra yanomami

BrasilGarimpo ilegal

Em três meses, mais de 270 acampamentos foram destruídos em terra yanomami

Dados foram coletados desde o início da operação em janeiro de 2023 

Crédito: Reprodução/TV Globo

Ao todo, 272 acampamentos de garimpeiros ilegais foram destruídos na Terra Yanomami desde janeiro em operação conjunta da Polícia Federal (PF) e outras organizações para acabar com a crise de saúde no território. A informação foi divulgada nessa quinta-feira (13) pelo Ministério da Justiça.

A Polícia Federal ficou responsável, a partir de 23 de janeiro, pela investigação determinada pelo Ministério da Justiça para apurar as responsabilidades e punir os culpados. Maior território indígena, a Terra Yanomami enfrenta uma crise sanitária e humanitária com casos graves de desnutrição e malária entre os indígenas devido ao avanço do garimpo ilegal.

Em relação ao espaço aérea, a pasta afirmou que o número de voos caiu de 30 para dois por dia, em média. Outra redução foi a do número de garimpeiros: os antes 15 mil estimados agora não chegam a mil, segundo o Ministério. Além de desestruturar os garimpos, a operação efetuou prisões de envolvidos em empresas clandestinas, identificou mais criminosos e avançou no mapeamento sobre o destino do ouro ilegal.

Além da PF, também participam da Operação Libertação a Polícia Rodoviária Federal, Ibama, Forças Armadas, Força Nacional de Segurança Pública e Funai. O Ministério da Justiça trabalha na expulsão dos garimpeiros invasores desde o dia 20 de janeiro, quando foi aberto o inquérito policial para apurar os crimes de genocídio e contra o meio ambiente na região. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 14 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/