Empresário pratica tiro ao alvo em foto de Lula

BrasilSegurança

Empresário pratica tiro ao alvo em foto de Lula

Chefe de segurança de Lula pediu que a PF abra um inquérito para investigar o empresário 

O empresário  Luiz Henrique Crestani publicou em suas redes sociais um vídeo praticando tiro ao alvo em uma imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A esposa do empresário também participa da ação.

"Vamos inaugurar hoje aqui, eu e a Patrícia, minha esposa, um alvo novo do clube de tiro. Qual que é o ladrão? Eu tô na dúvida [risos]. Vamos ver onde que a arma pega", disse o empresário antes de iniciar os disparos com uma espingarda semi-automática de alto calibre.

Após esse ato, o delegado Andrei Augusto Passos Rodrigues, chefe da segurança da campanha do ex-presidente Lula, pediu que a Polícia Federal (PF) abra um inquérito para investigar o fato.

O pedido da PF é acompanhado de laudo pericial que comprova que as imagens não foram manipuladas.

Após o caso vir à tona, Crestani postou uma nota de esclarecimento em suas redes sociais em que diz não ser "a favor da violência e nem de agressões a quem quer que seja, prezando sempre pelos valores morais e pela família".

Ele afirma que o desenho usado "está restrito às atividades internas e não deve ser entendido com qualquer outra conotação, sendo apenas usado em caráter recreativo, sem cunho político".

Todos os presidenciáveis têm direito à proteção por agentes da PF, exceto o presidente Jair Bolsonaro (PL), que conta com proteção do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI). 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 06 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado