Mulher de 25 anos e empresário são encontrados mortos no litoral de SC

BrasilViolência

Mulher de 25 anos e empresário são encontrados mortos no litoral de SC

Polícia acredita que Sergio matou Eduarda

Crédito: Acervo pessoal

Eduarda Gorgik, de 25 anos, e o empresário Sergio Correa, de 59, foram encontrados mortos em uma casa em Itapema, no litoral de Santa Catarina.

Polícia acredita que Sergio matou Eduarda. Oficiais da Polícia Militar encontraram os corpos dos dois, já sem vida, na noite deste domingo (14). O caso foi registrado como homicídio seguido de suicídio. Junto ao corpo dele, foi encontrado um revólver.

A Polícia Militar de Santa Catarina informou que havia registros contra Sergio Correa por ameaça e lesão corporal.

Em nota, a Polícia Civil de Santa Catarina informou que recolheu a arma usada no crime e os celulares dos dois, e que abriu uma investigação para apurar o que aconteceu.

"ARRANCADA DE MIM', DIZ IRMÃ DE EDUARDA

Irmã de Eduarda fez publicações sobre a morte da mulher em suas redes sociais. "Meu coração está em pedaços", escreveu Elaine Gorgik, irmã de Eduarda, "Você foi arrancada de mim, essa dor me consome".

"Você foi arrancada de mim, essa dor me consome, minha bonequinha. Como vou viver sem você, Duda? Sem o seu sorriso, suas biras (sic). Minha menina de coração bondoso, desde o dia em que te segurei nos braços te amei de todo o coração. Que Deus te receba minha estrelinha, cuida de nós daí de cima!", escreveu a irmã.

EM CASO DE VIOLÊNCIA, DENUNCIE

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 190 e denuncie.

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares.

Também é possível realizar denúncias pelo número 180 — Central de Atendimento à Mulher — e do Disque 100, que apura violações aos direitos humanos.

PROCURE AJUDA

Caso você tenha pensamentos suicidas, procure ajuda especializada como o CVV (Centro de Valorização da Vida) e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade. O CVV funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 13 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/