Policial suspeito de vazar fotos da autópsia Marília Mendonça é solto

Brasil20 horas após prisão

Policial suspeito de vazar fotos da autópsia Marília Mendonça é solto

Agente foi preso após cumprimento de mandado de busca e apreensão 

Crédito: Divulgação

O Policial Civil suspeito de vazar fotos da autópsia da cantora Marília Mendonça foi solto pela Justiça 20 horas após o processo chegar à 1ª Vara Criminal de Execuções Penais da Comarca de Santa Luzia, em Minais Gerais.

O agente e uma funcionária do setor de toxicologia do Instituto Médico Legal de Belo Horizonte são suspeitos de terem participado do vazamento das imagens da eterna rainha da sofrência.

A prisão se deu por tráfico de drogas, depois do mandato de busca e apreensão. De acordo com o jornal "O Tempo", foi encontrado por autoridades, uma bucha e um cigarro de maconha, 10 pedras de crack e 45 pinos com cocaína na casa do investigador. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/