Quais são as chances de que serviços de streaming substituam TV convencional dentro de 5 anos?

Ciência e TecnologiaStreaming

Quais são as chances de que serviços de streaming substituam TV convencional dentro de 5 anos?

Hoje nos vemos capazes de fazer coisas que ninguém teria imaginado há apenas vinte anos

https://pixabay.com/

O avanço da tecnologia no campo da distribuição de conteúdo é incrível e inegável, tanto que hoje nos vemos capazes de fazer coisas que ninguém teria imaginado há apenas vinte anos. 

E os modelos de transmissão que usamos não só são mais rápidos e oferecem maior diversidade de conteúdo, mas também permitem a interação entre as duas partes envolvidas na comunicação e uma segmentação bem-definida do público com base em características objetivas.

Em resumo, conseguimos criar experiências interativas do tipo "um a um", o que transformou a forma de se assistir à TV e forçou os modelos tradicionais a se reinventarem.

Liberdade de escolha

As plataformas de streaming, como Netflix, Amazon Prime e Hulu, estão jogando em casa. Elas nasceram no meio digital e foram estruturadas para aproveitá-lo ao máximo. As emissoras de TV aberta e as operadoras de TV por assinatura (a cabo ou via satélite) vêm lutando para acompanhar um mercado com o qual estão pouco familiarizadas, que se baseia em muita interação pessoal.

Com a evolução da tecnologia e dos serviços online, a interação entre os provedores de conteúdo e o público é tão direta que hoje você pode desfrutar verdadeiramente de entretenimento "um a um". Por exemplo, agora é possível jogar carta online em um web cassino através de uma conexão ao vivo, a qualquer hora do dia ou da noite – e sem ser interrompido por comerciais. Se você comparar com os modelos tradicionais, o que poderia ser mais direto e pessoal do que essa experiência?

Sobretudo, o tradicional modelo de obtenção de receita através da publicidade enfrenta um impasse, já que hoje os usuários agora podem "mudar de canal" sem deparar com um comercial a cada troca – e eles o fazem.

A crise publicitária

O modelo de comercial tradicional hoje está ultrapassado, pois a maior possibilidade de escolha pessoal por parte do público implica a busca de novas formas de receita. De forma semelhante ao que ocorreu com o surgimento da TV a cabo e da TV via satélite, estamos testemunhando o desenvolvimento de um formato híbrido de conteúdo pago, que inclui uma assinatura, pagamento sob demanda por algum serviço premium e a inserção de alguma publicidade dentro dos programas – mas o peso desse último item tende a ser substancialmente menor.

Para a publicidade do futuro, será mais útil explorar as possibilidades do meio interativo de forma a incentivar o usuário a interagir com conteúdo adicional em uma segunda tela, como os smartphones, oferecendo promoções, ofertas e conteúdo premium, geralmente calibrado para atingir o consumidor individual.

TV inteligente e ambientes imersivos

Os próximos anos marcarão a transição dos aparelhos de TV convencionais para os inteligentes, e a tendência é que todas as TVs sejam conectadas à rede. Será então possível conectar facilmente os serviços de streaming e desfrutar de incrível liberdade de escolha usando um único terminal – e não é segredo que todas as empresas de alta tecnologia estão trabalhando para definir os padrões.

Além disso, empresas como Meta, Google e Microsoft investem na criação de ambientes de realidade virtual (VR), impulsionando soluções inovadoras que irão integrar as telas tradicionais com outros dispositivos para criar experiências verdadeiramente imersivas –basta pensar no Google Glass ou nos acessórios da Samsung. Isso nos levará a uma situação em que será possível entrar no programa assistido e até mesmo interagir pessoalmente.

Conclusão

Acreditamos que a transformação do entretenimento é contínua, e o potencial para novos avanços, difícil de imaginar. Mas estamos certos de que a velha TV se tornou uma relíquia, que será gradualmente abandonada à medida que novas tecnologias se desenvolverem. Pode ainda resistir por cinco anos, mas sua obsolescência é inevitável.

Assim como o trem a vapor, em breve será uma lembrança de tempos passados.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 18 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/