Artista plástico empreende nas ruas de Feira de Santana

Cultura e EventosConheça

Artista plástico empreende nas ruas de Feira de Santana

Márcio Pereira de Brito usa redes sociais para divulgar seu trabalho 

Crédito: Mário Sepúlveda/FE
Se viver de arte, dita convencional é difícil, imagina se dedicar a uma forma alternativa dela? Essa é a história de Márcio Pereira de Brito, 44 anos, natural do município de Terra Nova e criador da Arte do Pimpolho, artesanato feito de material reciclável.

Pereira, assim como muitos artistas, usa redes sociais para divulgar seu trabalho e, no Instagram, já reúne mais de 4 mil seguidores. Ele fala sobre seu modo de Vida, suas inspirações e todo processo criativo. "Eu sempre observei coisas quando passava na rua como madeira, tubo e outros. Na primeira vez, tive a ideia de pegar uma massa e brincar com madeira e, nessa brincadeira, fui desenhando algo, um rosto. Passando vi umas árvores e comecei a criar um rosto numa árvores com tronco de PVC".

O artista conta também que usa a arte como atividade terapêutica e que utiliza poucos recursos para criar esculturas. "Eu faço essa arte que é uma cultura e também é algo que ocupa a mente. Muitas pessoas precisam fazer um artesanato... É um trabalho que realmente queremos trazer para todos, para que venham reconhecer o que o artista faz só com um palitinho, por exemplo. Eu trabalho com massa biscuit e com produto epóxi, tudo que endurece... Com um tubo, faço um camaleão, uma carranca, um duende".

O artesão explica que além de objeto decorativo, as esculturas podem ser usadas como incensário e com incenso também produzido por ele "Aqui é porta incenso, a fumaça sai pela boca e já perfuma a casa. Faz parte da natureza, tudo parte das árvores, até o incenso".

Sobre tirar seu sustento da arte, Márcio Pereira diz que, apesar de muitas pessoas procurarem os objetos, não consegue dar conta de entregá-los por fazer tudo sozinho. "Muita gente procura, mas eu sou sozinho, para fazer 10 peças por dia, precisaria de funcionários, de uma área para expor... Eu penso em mim e também no próximo, queria muito mostrar minha cultura por aí, em eventos, feiras...". 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 20 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado