Sindicato é contra retorno das aulas 100% presenciais em Feira de Santana

EducaçãoRetorno às salas

Sindicato é contra retorno das aulas 100% presenciais em Feira de Santana

Nota do sindicato repudia decreto municipal 

Crédito: ACM/Secom/PMFS
NOTA DE REPÚDIO CONTRA DECRETO DO PREFEITO COLBERT MARTINS PARA RETORNO ÀS AULAS 100% PRESENCIAIS

A diretoria da APLB Feira repudia a ação do Prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, que publicou nesta sexta-feira, 29, no Diário Oficial Eletrônico (DOE) um decreto determinando o retorno 100% presencial na Rede Pública de Ensino do Município para o dia 16 de novembro sem dialogar com o Conselho Municipal de Educação, com a comunidade escolar e com a APLB Sindicato, representante legítima dos trabalhadores em educação.

O decreto também autoriza o retorno presencial em sua totalidade para as Escolas Privadas.

Fica evidente que o Prefeito não conhece a realidade da comunidade escolar, onde fica constatado que em qualquer escola pública da Rede Municipal com 100% dos alunos nas salas de aula não será possível manter o distanciamento de 1 metro entre cada aluno, o recomendado pelas autoridades sanitárias como o mínimo necessário para evitar a disseminação do vírus da covid-19.

Parte das Escolas da Rede Municipal estão precarizadas, sem condições mínimas para retorno dos estudantes, faltam mais de 400 professores na Rede, faltam funcionários, faltam estagiários, faltam materiais de higiene e os kits de segurança individual dos alunos e dos trabalhadores em educação.

Além disso, os alunos da educação básica composta por crianças menores de 12 anos, ainda não podem ser vacinados contra a covid-19 no Brasil. Nossas crianças só contam com as medidas de segurança sanitária para proteger a própria vida. Com o retorno 100% presencial, muitas escolas não terão condições de manter o distanciamento necessário em sala de aula.

Graças à vacinação e às medidas de segurança sanitária, os números de mortes decorrentes da covid e de casos graves da doença estão diminuindo. É por isso mesmo, por todo esforço que fizemos para melhorar um cenário de tamanha tristeza, que não podemos agir precipitadamente e retroceder no importante avanço que conseguimos.

A diretoria da APLB Feira junto à comunidade escolar vai lutar para garantir que sejam cumpridos os protocolos de biossegurança, pois a defesa da vida deve ser a nossa principal luta!

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 04 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/