Deiveson Figueiredo vence Brandon Moreno e retoma título

Lutas e Artes marciaisGrande luta

Deiveson Figueiredo vence Brandon Moreno e retoma título

Foi o terceiro encontro entre o brasileiro e mexicano 

Crédito: Getty Images
Foi uma luta para entrar para a história do peso-mosca (até 57kg). O terceiro encontro entre Brandon Moreno e Deiveson Figueiredo foi repleto de tensão e terminou com final feliz para o Brasil. O desafiante venceu por decisão unânime (triplo 48-47) e recuperou o cinturão da categoria graças a potência de sua mão direita, que lhe garantiu knockdowns em momentos decisivos do combate.

Depois de empatar na primeira luta e manter o cinturão e ser finalizado no segundo confronto contra o mexicano, Deiveson voltou com outra postura e teve em Moreno um rival que valorizou a sua conquista. Ainda no octógono, ele pediu para enfrentar o lutador pela quarta vez, agora no México.

A luta

O combate começou muito equilibrado, mas o brasileiro conseguiu desequilibrar o campeão duas vezes com chutes na base. Com pouco mais de um minuto para o fim do round, Deiveson aplicou a queda e foi para as costas, mas o mexicano fez bonito giro para escapar da posição e voltar em pé. Ainda houve tempo para Moreno acertar dois chutes baixos e receber uma dura esquerda no rosto.

O campeão voltou melhor no segundo round e acertou dois cruzados. Deiveson tentou um chute rodado, mas Moreno marcou bem o tempo e derrubou. O brasileiro fez o giro e logo ficou de pé, mas o mexicano passou a conectar muitos socos na cabeça do desafiante. Figueiredo aplicou uma queda no começo do terceiro assalto, foi para as costas, mas perdeu a posição novamente. O brasileiro conectou uma esquerda e balançou o rival, mas, ao ir para cima, recebeu um contragolpe e também sentiu, mas ambos se recuperaram rapidamente.

A luta ganhou contornos de emoção. Deiveson desequilibrou de novo o mexicano com um chute baixo, mas recebeu outra bomba na cabeça que o fez recuar. Nos momentos de trocação franca, Moreno era mais preciso, mas, nos segundos finais do round, o brasileiro acertou um direto de direita que levou o campeão a knockdown. O desafiante sentiu o bom momento e voltou melhor para o quarto assalto, mas sem se expor demais. Moreno, no entanto, procurou a luta mais franca e foi mais efetivo que o rival.

Moreno conseguiu uma queda no início do último round, mas o brasileiro escapou da posição pouco depois. Com cerca de dois minutos para o fim do confronto, Deiveson acertou uma bomba de direita e levou o campeão a knockdown. No fim, os dois foram para o tudo ou nada com muitos golpes, mas ambos ficaram de pé.

UFC 270

22 de janeiro de 2022, em Anaheim (EUA)

CARD PRINCIPAL:

Francis Ngannou venceu Ciryl Gane por decisão unânime (48-47, 48-47 e 49-46)
Deiveson Figueiredo venceu Brandon Moreno por decisão unânime (triplo 48-47)
Michel Pereira venceu André Fialho por decisão unânime (triplo 29-28)
Said Nurmagomedov venceu Cody Stamann por finalização aos 47s do R1
Michael Morales venceu Trevin Giles por nocaute técnico aos 4m06s do R1

CARD PRELIMINAR:

Victor Henry venceu Raoni Barcelos por decisão unânime (triplo 30-27)
Jack della Maddalena venceu Pete Rodriguez por nocaute técnico aos 2m59s do R1
Tony Gravely venceu Saimon Oliveira por decisão unânime (triplo 30-27)
Matt Frevola venceu Genaro Valdez por nocaute técnico aos 3m15s do R1
Vanessa Demopoulos venceu Silvana Juarez por finalização aos 2m25s do R1
Jasmine Jasudavicius venceu Kay Hansen por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)

Com informações do Combate.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 20 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/