Iniciativa em cidades baianas une educação com fomento do tênis de mesa

EsportesEducação e esporte

Iniciativa em cidades baianas une educação com fomento do tênis de mesa

'Estudar na Bahia com Tênis de Mesa' abrange 160 estudantes de escolas públicas

Foto: Divulgação

Iniciativa do Clube dos Tenistas da Bahia (CTB), o projeto 'Estudar na Bahia com Tênis de Mesa' tem como objetivo difundir a prática do esporte para 160 estudantes de escolas públicas do ensino fundamental, promovendo total diversidade e práticas ESG - Ambiental, Social e de Governança, alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da agenda 2030 da ONU.

Desde março de 2023, o projeto vem oferecendo aulas gratuitas de tênis de mesa para jovens entre 10 e 17 anos em Barrocas e Teofilândia, com o patrocínio da Mineradora Equinox Gold através de renúncia fiscal da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal e o apoio das Prefeituras e Secretarias de Educação dos municípios envolvidos. Além de promover a prática esportiva, o projeto visa também fomentar a cidadania, apoiar as ações pedagógicas e a qualidade do aprendizado dos estudantes, bem como promover o bem-estar e a qualidade de vida dos praticantes através de diversas atividades.

Entre as ações realizadas estão parcerias com a APAE e participação em eventos no Centro Missionário de Teofilândia com doação de materiais esportivos, intercâmbio com o Pólo Salvador com a participação de pais e estudantes, participação no Campeonato de Tênis de Mesa de Serrinha, oficinas com atletas de alto rendimento como o campeão baiano Iuki Alves e campeã baiana Joice Tavares, além de capacitações com profissionais da área para os colaboradores.

O projeto também promoveu diversos torneios internos e de intercâmbio entre os pólos Barrocas e Teofilândia, as finais ocorreram no último dia 24 de fevereiro, demonstrando resultados significativos na promoção da prática esportiva, inclusão social e desenvolvimento dos participantes.

O projeto 'Estudar na Bahia com Tênis de Mesa' conta com dois pólos em Salvador e um em Camaçari. Segundo o presidente do Clube dos Tenistas da Bahia (CTB), Paulo Carneiro, o projeto além de difundir a prática esportiva também serve como um meio de renovação de novos talentos para o tênis de mesa baiano. "Quando eu era presidente da federação sentia a necessidade de renovação de atletas e formação de jovens, então fundei este clube para escrever e captar projetos de escolinha de tênis de mesa", disse.

Ainda de acordo com Paulo Carneiro, o projeto também visa contemplar outras cidades, bem como a Feira de Santana. "Estamos com novos projetos em processo de captação para levar para mais cidades, inclusive Feira de Santana, que sempre foi um celeiro de grandes mesa -tenistas. Contudo, dependemos muito da sensibilidade do poder público e privado para que nosso jovens sejam alcançados pelo projeto", finalizou. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 19 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/