Vice-presidente argentina, Cristina Kirchner é condenada a seis anos de prisão

InternacionalArgentina

Vice-presidente argentina, Cristina Kirchner é condenada a seis anos de prisão

Ela deve recorrer da condenação nos próximos dias

Crédito: Divulgação

A vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, foi condenada a seis anos de prisão por um tribunal argentino, nesta terça-feira (6). A Justiça do país vizinho também a tornou inelegível.

Embora ela tenha imunidade devido ao cargo público que ocupa, Cristina foi condenada em um processo de corrupção. Ela deve recorrer da condenação nos próximos dias.

Presidente do país entre 2007 e 2015, Cristina foi acusada de corrupção na concessão de obras públicas durante seu mandato.

Em sessão transmitida ao vivo, o Tribunal Federal 2, da capital Buenos Aires, condenou Cristina pelo crime de administração fraudulenta, em um caso conhecido como Vialidad.

Os promotores alegaram que os contratos de obras públicas foram entregues a um empresário aliado de Kirchner, que então canalizou o dinheiro de volta para ela e seu falecido marido, o ex-presidente Nestor Kirchner.

O empreiteiro Lázaro Báez também foi condenado a seis anos de prisão. Defensores da vice-presidente sustentam que ela é vítima de perseguição judicial 

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 03 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado