MP-BA recomenda que Tânia Yoshida tire filha do Conselho de Saúde

PolíticaConceição do Jacuípe

MP-BA recomenda que Tânia Yoshida tire filha do Conselho de Saúde

Prefeita nomeou a filha para presidir colegiado no município 

Crédito: Divulgação

O Ministério Público estadual (MP-BA) recomendou nesta quarta-feira, 28, que a prefeita de Conceição do Jacuípe, Tânia Yoshida (PSD), anule a nomeação da sua filha, Mitsue Ribeiro Yoshida, como conselheira e presidente do Conselho de Saúde do Município.

A filha da prefeita já ocupa o cargo de secretária de Cultura do Município. O ato de anulação, recomendado pela promotora de Justiça Paola Maria Gallina, deve ser realizado e encaminhado ao MP-BA num prazo de dez dias. A recomendação orienta o Conselho Municipal de Saúde a adotar as providências necessárias para garantir o seu funcionamento, respeitando as normas legais.

A recomendação levou em consideração que Mitsue foi indicada como cargo de confiança para o Conselho, o que, por lei, só poderia ser feito caso a nomeada não possuísse relação direta de subordinação com quem chefia o Poder Executivo. Essa relação existe, uma vez que Mitsue já ocupa a Secretaria de Cultura. Além disso, a promotora de Justiça Paola Gallina considerou que, por ser filha da prefeita, sua nomeação fere o princípio da impessoalidade da administração pública.

"A administração deve cuidar para que não haja no conselho parentes, como mãe ou filha, uma vez que isso pode comprometer a imparcialidade das decisões do conselheiro", afirmou a promotora de Justiça. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 02 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado