‘Era sonho dela’, diz filho de Mãe Bernadete após delimitação de terra

MunicípiosSaiba mais

‘Era sonho dela’, diz filho de Mãe Bernadete após delimitação de terra

Para Jurandir Pacífico, luta pelo reconhecimento matou a mãe e o irmão 

Crédito: Reprodução/TV Bahia

Jurandir Wellington Pacífico, filho da líder quilombola Mãe Bernadete, comentou nesta segunda-feira (8) o sentimento dele e de toda a comunidade Pitanga dos Palmares, na cidade de Simões Filho, ao receber a notícia de reconhecimento de terras pelo governo federal, com a delimitação da área da comunidade. Ele avalia que o reconhecimento das terras garante autonomia à comunidade. "A titulação é como se fosse um campo de força contra os inimigos", afirma.

Segundo o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a decisão beneficia 536 famílias remanescentes de quilombos em uma área de 852,2 hectares. "Era o sonho de Mãe Bernadete titular essa comunidade. Mas, infelizmente ela não está mais aqui", disse.

Pacífico diz acreditar que a luta pela titulação acabou provocando as mortes da mãe (em agosto do ano passado), e do irmão dele, Flávio Gabriel Pacífico dos Santos, conhecido como Binho do Quilombo, em 2017. "A gente fica com esse sentimento que precisou haver derramamento de sangue para ter essa titulação".

O filho defende que o reconhecimento e a delimitação da área do quilombo brindou a comunidade, que, segundo testemunha, vem sofrendo com a especulação imobiliária e com crimes ambientais. "Titulação é garantia de direitos, de agricultura familiar, de esporte, cultura, lazer e saúde", exemplifica.

Segurança – Apesar da boa notícia desta segunda, o filho de Mãe Bernadete se queixa da falta de respostas para os assassinatos do irmão e da mãe. Em novembro do ano passado, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou cinco pessoas investigadas por suspeita de participação no assassinato de Maria Bernadete Pacífico Moreira, líder do Quilombo Pitanga de Palmares, localizado entre as cidades de Simões Filho e Candeias, na região metropolitana de Salvador. "As perguntas que não querem calar: quem mandou matar Binho do Quilombo e quais foram os motivos para a Mãe Bernadete?"

Pacífico entende que a titulação dá autonomia à comunidade e garante, com isso, mais conforto, segurança, capacidade de desenvolver a cultura local, a educação e a agricultura familiar. "Titular é sinônimo de segurança e de prosperidade", avalia.

A decisão do reconhecimento de terras delimita as áreas privadas que integram o Pitanga de Palmares, de acordo com o Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID). Com a portaria, o Incra entra na fase de desapropriação das propriedades particulares. São preparadas as documentações necessárias desses imóveis rurais para envio à presidência da República para as desapropriações por interesse social. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 14 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/