'Gatos' causaram 175 interrupções de energia elétrica no primeiro trimestre de 2023

MunicípiosBahia

'Gatos' causaram 175 interrupções de energia elétrica no primeiro trimestre de 2023

Energia recuperada seria suficiente para abastecer Feira de Santana durante 45 dias 

Crédito: Divulgação
As ações de combate ao furto de energia realizadas pela Coelba têm como objetivo mitigar os riscos gerados pela prática ilegal. Além dos perigos relacionados à segurança, as ligações clandestinas podem provocar interrupções em residências, unidades comerciais, hospitalares e até em indústrias. No primeiro trimestre de 2023, a distribuidora registrou 175 ocorrências devido às ligações irregulares na Bahia.

As interrupções de energia que têm como origem as ligações clandestinas podem acontecer devido à sobrecarga na rede elétrica, visto que a prática representa uma carga não dimensionada no sistema de distribuição. Além da sobrecarga, a prática pode provocar danos diretos às fiações por conta da inabilidade da pessoa que realiza o serviço ilegal.

"O furto de energia é uma prática que vem sendo combatida diariamente pelas equipes da Coelba em toda a Bahia. A população precisa saber que ninguém ganha com as ligações clandestinas, que são ilegais, inseguras e provocam interrupção de energia", destacou o gerente da Receita da Neoenergia Coelba, Rodrigo Almeida.

Balanço primeiro trimestre

As ações de combate ao furto realizadas pela Coelba resultaram na remoção de 31.236 ligações irregulares de energia em toda a Bahia nos três primeiros meses de 2023. O volume significa que, em média, 347 fraudes foram encontradas pelos profissionais da distribuidora por dia no primeiro trimestre do ano. A concessionária estima que a energia recuperada nas ações de combate ao furto de energia foi de 92 milhões de quilowatt/hora, que seria suficiente para abastecer todo o município de Feira de Santana - o segundo maior do Estado, durante 45 dias.

O número de ligações irregulares encontradas no primeiro semestre de 2023 foi cerca de 11% superior ao volume removido nos três primeiros meses de 2022 (28.584). Para alcançar estes resultados, a distribuidora vem investindo em tecnologias visando combater, cada vez mais, o furto de energia em toda a Bahia. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 18 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/