Inflação na Região de Salvador fecha junho em 1,24%

MunicípiosBahia

Inflação na Região de Salvador fecha junho em 1,24%

É a maior do país e mais alta para o mês em 27 anos 

Crédito: Divulgação
Em junho, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medida oficial da inflação, calculado pelo IBGE, ficou em 1,24% na Região Metropolitana de Salvador (RMS). É o que diz o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta sexta-feira (8) pelo IBGE.

Embora tenha mostrado uma discreta desaceleração (aumentou um pouco menos) frente a maio (quando tinha ficado em 1,29%), foi o índice mais elevado do país, bem acima do nacional (0,67%) e a inflação mais alta para um mês de junho, na RMS, em 27 anos, desde os 3,04% registrados em 1995.

Todos os 16 locais pesquisados pelo IBGE para calcular a inflação oficial do Brasil tiveram altas no IPCA, em junho. Os menores índices foram os das RM Belém/PA (0,26%) e Rio de Janeiro/RJ (0,39%) e do município de Goiânia/GO (0,51%).

Com o resultado de junho, o IPCA na RM Salvador acumula alta de 6,6+% no primeiro semestre de 2022. Está acima do índice nacional (5,49%) e também é o maior do país.

Nos 12 meses encerrados em junho, a inflação na RM Salvador chega a 13,41%, frente a 12,98% em maio. Continua acima do indicador nacional (11,89%) e se manteve como a segunda mais elevada, abaixo apenas da RM Curitiba/PR (14,24%). Só a RM Belém/PA (9,55%) segue com um IPCA menor do que 10% nesse acumulado.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 02 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado