SAMU usa papelão para imobilizar perna de vítima

MunicípiosDenuncia

SAMU usa papelão para imobilizar perna de vítima

O fato foi relatado por um policial militar à presidente da Câmara, Eremita Mota (PP)
Foto: Raylle Ketly/ Secom
Sem dispor de material essencial para assistir aos cidadãos, profissionais do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em Feira de Santana precisaram imobilizar com papelão, a perna de uma vítima de acidente de trânsito. O fato foi relatado por um policial militar à presidente da Câmara, Eremita Mota (PP), que falou sobre o problema na sessão ordinária de hoje (18). O policial presenciou a "cena lamentável", segundo a vereadora. Para a parlamentar, este episódio é reflexo do "descaso" da administração municipal com a saúde.


O vereador Luiz da Feira (PP) acrescentou que, além de lidar com a escassez de materiais e insumos, os profissionais do SAMU precisam atender às demandas com quantidade reduzida de ambulâncias, devido a alguns dos veículos estarem quebrados. "Os que funcionam também apresentam irregularidades", afirmou, fundamentado em informações dos próprios servidores.

Em seu pronunciamento na Tribuna Maria Quitéria, ele disse que um médico, pediu desligamento do órgão por conta da situação de uma ambulância que levou entre 30 e 40 dias com lâmpada queimada. "O resultado disso, para a população, é a demora no atendimento", analisa o vereador. Ele acredita que as pessoas reclamam da longa espera pelo atendimento de urgência, "algumas até morrem, porque a regulação sai mas o SAMU não chega no horário adequado". 

Fonte: ASCOM/Câmara

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 22 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/