Justiça determina que Câmara Municipal vote pedido do Executivo para empréstimo de R$ 160 milhões

PolíticaFeira de Santana

Justiça determina que Câmara Municipal vote pedido do Executivo para empréstimo de R$ 160 milhões

Descumprimento pode gerar bloqueio de bens de Eremita Mota e da Câmara Municipal 

Crédito: Divulgação

O descumprimento da medida de liminar por parte da vereadora Eremita Mota Araújo (PSDB) da decisão judicial que determinou em 21 de março de 2024, a convocação de sessão extraordinária para votar o pedido de autorização de empréstimo de R$ 160 milhões, encaminhado a Câmara Municipal de Feira de Santana, pelo prefeito Colbert Martins (MDB), ano passado, tem novos desdobramentos, segundo o site Bahia na Política.

O juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Nunesvaldo dos Santos, em novo despacho, nesta terça-feira (26) ressaltou que ordem judicial deve ser cumprida, e que não há espaços para manifestações puramente extraprocessuais recorrente no meio político. O mesmo determinou para que de imediato seja convocado sessão extraordinária sob pena de bloqueio de valores na esfera patrimonial de ambos os acionados (Eremita Mota e Câmara Municipal).

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 18 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/