Sérgio Carneiro diz que pretende transformar SMTT em Secretaria de Mobilidade Urbana

PolíticaFeira de Santana

Sérgio Carneiro diz que pretende transformar SMTT em Secretaria de Mobilidade Urbana

O novo gestor ressalta que o sistema de trânsito feirense é ultrapassado

Crédito: Mário Sepúlveda/FE
O prefeito Colbert Martins Filho assinou na última terça-feira (27), decretos de nomeação de novos titulares para as secretarias de Transportes e Trânsito (SMTT) e Desenvolvimento Urbano (SEDUR). Ambas publicações saíram em edição extra do Diário Oficial Eletrônico do Município.

Para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, foi designada Kátia Maria Petillo Mota Ferreira, que passa a ser nova titular e Sérgio Barradas Carneiro, que estava à frente da SEDUR, passa a administrar a SMTT. O novo gestor ressalta que o sistema de trânsito feirense é ultrapassado e requer mudanças significativas. "Agradeço aos funcionários da SEDUR que ajudaram a me transformar em um dos melhores secretários do governo, com um alto grau de satisfação dos requerentes. Sou grato a confiança do prefeito em me colocar no desafio de melhorar o sistema de trânsito de Feira de Santana que é, praticamente, o mesmo de 30 anos. Na curta interinidade que assumimos já pegamos 'duas 'bombas chiando', duas greves rodoviários programadas no espaço de uma semana, que conseguimos debelar. Depois a questão do desequilíbrio econômico financeiro ao qual passa o sistema. Quando foi concebido, ele prevê um equilíbrio econômico financeiro, um custo da operação em que o município banca esse déficit. Há que se distinguir o que é gratuito do que é público. O que é gratuito é uma doação, uma generosidade, um ato unilateral. Já o público é pago por toda sociedade. Quando as pessoas pagam em Feira de Santana uma tarifa de R$ 0,50 ou R$ 2,00 (fora do horário de pico), no Expresso do Centro, esta mesma pessoa paga o complemento desta passagem através da prefeitura, ou seja, o dinheiro do imposto que retorna para o orçamento do município", argumenta.

O ex-deputado federal fala também sobre a necessidade de melhorar o transporte público urbano a ponto de ser mais viável e atraente que os transportes ditos clandestinos. "Nós precisamos melhorar o transporte coletivo, na medida que o usuário pegue o ônibus, não porque é obrigado e sim porque ele se sinta atraído por essa alternativa de transporte. Ao aumentarmos a preferência do usuário, obviamente, eliminamos uma parte do transporte clandestino. Esse tipo de transporte cresceu, primeiro, pela sobrevivência das pessoas que vão para a ilegalidade. A questão da pandemia atrapalhou demais, pois houve uma queda drástica do número de passageiros e disso se aproveitaram vários clandestinos, fazendo trajetos de forma livre e deliberada. Nós precisamos fazer, da mesma forma que o Uber, através de um aplicativo, conquistou uma parcela dos usuários. Além disso, as pessoas também adquiriram carros, motos, bicicletas . Precisamos fazer com que o ônibus seja uma alternativa atrativa para o usuário. Estamos apresentando ao prefeito um conjunto de medidas", adianta.

Carneiro diz ainda que o prefeito entende que a SMTT deve passar a ser uma Secretaria de Mobilidade Urbana e deixar de depender exclusivamente da verba municipal, mas tal mudança depende da aprovação da Câmara Municipal. "O que é usual e o que há de mais moderno nas grandes cidades do porte de Feira de Santana. A transformação da Secretaria de Transporte para Mobilidade Urbana, nos permitirá acessar três fundos do governo federal: o Avança Cidades, o Pró transportes e o Pró Cidades, já com uma visão mais ampla de Mobilidade Urbana e contará também com o fundo para constituição de recursos próprios. Com isso, a secretaria poderá fazer frente a algumas de suas demandas, hoje dependente total do orçamento do município. Devemos rever o sistema que, como eu disse, foi criado há mais de trinta anos e é praticamente o mesmo, para que possamos, através da redefinição de linhas, troncais, alimentadoras, a integração. Tem pessoas que não usam a integração porque não sabem o que é a integração, que tem a possibilidade de, com a mesma passagem, pegar mais de um ônibus. Tudo isso nós vamos, no esforço de comunicação, tentar mudar e fazer do ônibus uma alternativa atrativa. Quero pedir paciência às pessoas, porque essas coisas não são feitas de um dia para a noite, pois dependem de tempo. A transformação da SMTT para Mobilidade Urbana e a constituição do fundo, dependem da aprovação da Câmara de Vereadores", explica. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 20 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/