Benefícios da biomodulação intestinal no tratamento complementar da endometriose e constipação

Saúde e Bem EstarMarço amarelo

Benefícios da biomodulação intestinal no tratamento complementar da endometriose e constipação

Técnica foi desenvolvida pela fisioterapeuta feirense Simone Oliveira 

Crédito: Divulgação

A endometriose é uma doença caracterizada pela presença do endométrio, tecido que reveste o interior do útero, fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve: trompas, ovários, intestinos e bexiga.

Esse endométrio em regiões não fisiológicas levaria a uma irritação das estruturas atingidas, causando a formação de aderências nos locais. A boa notícia é que, com o avanço da saúde integrativa, há uma técnicas para amenizar essas dores que é biomodulação intestinal que tem como objetivo tratar os órgãos internos de forma não invasiva, através de manipulações em regiões específicas promovendo a circulação sanguínea adequada na região pélvica e abdominal aliviando as dores e desconfortos associados a doenças.

"A biomodulação intestinal atua também no tratamento da constipação intestinal e tem como objetivo melhorar do funcionamento do intestino de forma manual reabilitando o tônus do músculo liso e a mobilidade visceral, melhorando a função gastrointestinal", diz a fisioterapeuta feirense Simone Oliveira, desenvolvedora da técnica que tem ganhado destaque internacional.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 20 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/