Mais de 30.800 diabéticos recebem assistência da rede municipal de saúde

Saúde e Bem EstarFeira de Santana

Mais de 30.800 diabéticos recebem assistência da rede municipal de saúde

Pacientes tem consultas com uma equipe multidisciplinar 

Crédito: Divulgação/SMS

Nesta segunda-feira (26), celebra-se o Dia Nacional de Controle do Diabetes. Em Feira de Santana, mais de 30.800 feirenses portadores da doença recebem assistência gratuita oferecida pela rede municipal de saúde.

Além das consultas com uma equipe multidisciplinar, os pacientes têm acesso a insulina, glicosímetro, fitas para aferição de glicemia e medicamentos orais.

Raimundo Santos, aposentado, é um dos pacientes diabéticos acompanhados na Unidade Básica de Saúde da Serraria Brasil. Para ele, o monitoramento realizado pela equipe é indispensável.

"Aqui, eu recebo os remédios que preciso tomar, e o médico também avalia minha situação. Sou muito bem acolhido por toda a equipe do posto. O atendimento é excelente", ressaltou.

A diabetes mellitus é uma doença incurável caracterizada por níveis elevados de açúcar no sangue de forma permanente. Segundo Carla, enfermeira referência técnica, a condição pode ser classificada em tipos 1, 2 e gestacional.

"O tipo 1 ocorre devido à redução ou falta de produção de insulina devido a uma falha no sistema imunológico. Essa forma da doença é mais comum em crianças e jovens. No tipo 2, que afeta 90% dos diabéticos, há resistência à insulina, e os sintomas podem não aparecer no início", explicou.

A enfermeira enfatiza que adotar hábitos de vida saudáveis e acompanhar a equipe de saúde são essenciais para evitar complicações a longo prazo.

"Nas unidades, o paciente é avaliado por enfermeiros, médicos, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas e educadores físicos. Fornecemos orientações para incentivar o autocuidado e a autonomia, com o objetivo de prevenir e retardar as complicações", destacou.

Em casos de complicações decorrentes da doença, os pacientes são encaminhados para o Centro de Atendimento ao Diabético e Hipertenso (CADH), onde recebem apoio de uma equipe especializada composta por endocrinologistas, cardiologistas, neurologistas, nutricionistas, assistentes sociais, clínicos gerais, enfermeiros, fisioterapeutas e farmacêuticos. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 18 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/