Ministério da Saúde reforça importância de doação de sangue

Saúde e Bem EstarSolidariedade

Ministério da Saúde reforça importância de doação de sangue

Órgão explica o que é necessário para contribuir com o ato de solidariedade

Crédito: Divulgação

Como política permanente, o Ministério da Saúde estimula a doação de sangue voluntária, solidária e altruísta. O hábito da doação regular por parte da população é o que garante a manutenção dos estoques no Brasil. 

De modo geral, as doações realizadas têm sido capazes de atender às demandas do País. Contudo, como não há um substituto para o sangue, garantir sua disponibilidade é essencial para salvar vidas e garantir o sucesso de inúmeros tratamentos.

O consumo de hemocomponentes é diário e ininterrupto e atende a diversas situações: os sangramentos agudos por diferentes causas em urgências e emergências, a realização de cirurgias de grande porte e o tratamento de pessoas com doenças crônicas que, frequentemente, necessitam de transfusão sanguínea.

Trabalho contínuo

A pasta acompanha diariamente o quantitativo de bolsas de sangue em estoque nos maiores hemocentros estaduais e não há registro de falta de sangue nos estados. Caso necessário, o Plano Nacional de Contingência do Sangue é acionado, possibilitando o remanejamento de bolsas de sangue de outras unidades da federação para aquelas com maior dificuldade.

Nos últimos anos, mesmo na realização de eventos de grande porte e em momentos de catástrofes e pandemia, não foi identificado desabastecimento importante de sangue que a Hemorrede Nacional, com o apoio do Ministério da Saúde, não tenha sido capaz de resolver e evitar riscos à saúde pública.

Requisitos básicos para doar sangue

- Apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial;

- Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam do consentimento formal do responsável legal);

- Pessoas com idade entre 60 e 69 anos podem doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos;

- Pesar no mínimo 50 kg;

- Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;

- Estar alimentado e evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação (caso a doação ocorra após o almoço, é necessário aguardar 2 horas);

- Dispor de bom estado de saúde geral e ter hábitos saudáveis.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 15 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/