Medicamento em teste ajuda perder mais de 15 kg, diz farmacêutica

Saúde e Bem EstarSobrepeso

Medicamento em teste ajuda perder mais de 15 kg, diz farmacêutica

O estudo, diz a empresa, já está em estágio avançado

Crédito: Divulgação/George Frey

A farmacêutica Eli Lilly and Co. afirmou que seu remédio Tizerpatida, aprovado nos Estados Unidos para tratar diabete tipo 2 sob o nome comercial de Mounjaro, ajudou pessoas com sobrepeso ou obesidade a emagrecer até 15,6 quilos em um período de 72 semanas. O estudo, diz a empresa, já está em estágio avançado, mas ainda não foi publicado em revistas científicas nem passou por revisão de pesquisadores independentes.

Nos últimos anos, a corrida entre as farmacêuticas pelo desenvolvimento de remédios contra obesidade tem se acelerado. Dois deles - Ozempic e Wegovy - têm recebido recomendação off label (fora das indicações da bula) por médicos e sido amplamente divulgados por influenciadores nas redes sociais.

Entidades médicas alertam para os riscos do uso indiscriminado desses produtos. Ponderam também sobre a necessidade de avaliar, em cada caso, as melhores estratégias para perda de peso, que incluem mudanças alimentares e exercícios físicos.

Segundo o laboratório, os novos dados reforçam estudos anteriores, em que o medicamento ajudou, conforme a empresa, participantes sem diabete a perderem até 22% do peso com injeções semanais. Para pacientes comuns tratados com a maior dose possível do remédio nos testes anteriores, diz a Eli Lilly, a perda superou 22 quilos.

"Não tínhamos visto esse grau de redução do peso", diz Nadia Ahmad, diretora médica de desenvolvimento clínico para a obesidade da Eli Lilly.

A farmacêutica pretende pedir registro na Food and Drug Administration (FDA), equivalente à Anvisa nos Estados Unidos, para que o produto seja vendido para emagrecimento.

Vendas

No Brasil, a liberação do medicamento para uso contra a diabete ainda está sob análise da Anvisa. Se aprovado para tratar perda de peso, o Tirzepatida pode se tornar a droga mais eficiente até hoje em um arsenal de medicamentos que estão mudando o tratamento da obesidade, relacionada a dezenas de doenças que levam à incapacidade ou até à morte.

Analistas da indústria preveem que o Tirzepatida poderia se tornar um dos remédios mais comercializados, com vendas anuais superando a cada dos US$ 50 bilhões. Espera-se que ele ultrapasse as vendas do Ozempic e do Wegovy. (COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS)

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 18 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/