Preso acusado de matar ex-companheira no Campo do Gado Novo; filho de 13 anos tentou impedir crime

SegurançaResidencial Campo Belo

Preso acusado de matar ex-companheira no Campo do Gado Novo; filho de 13 anos tentou impedir crime

Caso aconteceu no Residencial Campo Belo, em Feira de Santana.

Foto: Reprodução

Foi preso por volta das 11h desta quarta-feira (24), por policiais da Delegacia de Homicídios (DH) e da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), o homem acusado de matar a companheira a golpes de faca, na madrugada de terça-feira (23).

O crime ocorreu no Residencial Campo Belo, no bairro Campo do Gado Novo. Rafaela Ramos Santos tinha 32 anos e foi brutalmente assassinada com golpes de faca em várias partes do corpo: no pescoço, tórax, costas e mãos.

Os três filhos do casal, de 13 e 10 anos, além de um bebê de apenas 6 meses, presenciaram o crime.
Foto: Carlos Valadares
De acordo com o delegado Gustavo Coutinho, titular da DH, em entrevista ao Folha do Estado, o autor do feminicídio confessou o crime em depoimento na delegacia. Ele informou que o autor do crime tinha histórico de agressão e havia uma medida protetiva que o impedia de se aproximar da vítima.

"Ao ser interrogado ele confessou o crime e alegou que estava com ciúmes, falou que estava com medida protetiva, não era para se aproximar da vítima, mas que ela mesma o autorizou a visitar os filhos. Assim ele fez. Relatou que chegou por volta das 21h de segunda-feira e estavam na casa somente seu filho de 13 anos, outro de 10 e um bebê de 9 meses. Ele ficou na residência aguardando a ex-companheira chegar, e esta chegou por volta da meia-noite e meia. Por conta disso, houve uma discussão entre eles, por conta de ciúme. Ele tentou tomar o celular dela à força, e ela acabou jogando o celular fora. Nesse tempo, segundo ele, ela se apossou de uma faca, houve uma luta corporal, e ele acabou tomando essa faca e desferindo vários golpes contra a Rafaela", relatou o delegado ao Folha do Estado.

Ainda conforme as investigações, o filho de 13 anos do casal tentou impedir a morte da mãe.

"Segundo informações, o filho do casal, de 13 anos, tentou impedir que o pai assassinasse a companheira e acabou sendo lesionado na região da mão com um corte profundo. Então o Danilo vai responder por crime de feminicídio e também tentativa de homicídio em relação ao seu filho. O mesmo encontra-se agora custodiado no Complexo do Sobradinho, à disposição da Justiça e logo será transferido para o Presídio Regional de Feira de Santana", destacou o titular da DH.

Ouça a entrevista com o delegado:

Delegado Gustavo Coutinho.mp3
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/