Homem condenado por transmitir HIV propositalmente é preso

BrasilRio de Janeiro

Homem condenado por transmitir HIV propositalmente é preso

O empresário Renato Peixoto Leal Filho foi preso em um apartamento

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu um homem de 50 anos que havia sido condenado em 2018 por transmitir de forma proposital o vírus HIV para duas mulheres. O empresário Renato Peixoto Leal Filho foi preso na segunda-feira (24) em seu apartamento na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

O empresário havia sido condenado a sete anos de prisão, e cumpriu os dois primeiros em regime fechado. Em 2020, ganhou direito à progressão de regime e passou à prisão domiciliar. No ano passado, contudo, a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio aumentou a pena para 13 anos e 4 meses de reclusão. Com isso, foi determinada a volta de Leal Filho ao regime fechado. Ele era considerado foragido desde maio.

A prisão foi feita por agentes da 16ª DP (Barra da Tijuca). Segundo a Polícia Civil, a captura foi possível a partir de troca de informações de inteligência entre as equipes da delegacia e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

Renato Peixoto Leal Filho passará por audiência de custódia e será encaminhado ao sistema prisional. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 29 Janeiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/