Em dois anos, Funai realiza apenas duas ações de demarcação de terras indígenas

BrasilBrasil

Em dois anos, Funai realiza apenas duas ações de demarcação de terras indígenas

As Procuradorias Regionais da República entraram com 24 ações

Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil

De 2020 a 2022, a Fundação Nacional do Índio (Funai) realizou apenas duas ações com o objetivo de demarcar terras indígenas, uma em Mato Grosso e outra na Bahia. Segundo o portal Uol, ambas as iniciativas ocorreram por força de decisões judiciais.

Ainda de acordo com o portal, no ano passado, as Procuradorias Regionais da República entraram com 24 ações na Justiça Federal contra a Funai e a União para que dê andamento a processos de demarcação de terras indígenas e proteção a povos isolados pelo país. Com isso, o número representa uma alta de 380% em comparação com 2019, quando apenas cinco ações do tipo foram abertas.

A Funai foi procurada pelo Uol para comentar e justificar a queda de demarcações e proteção de terras indígenas, além do alto número de ações das Procuradorias contra o órgão, porém não respondeu ao contato.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 18 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/