Justiça decreta prisão de policial que atirou no lutador Leandro Lo

BrasilSão Paulo

Justiça decreta prisão de policial que atirou no lutador Leandro Lo

 Defesa do lutador confirmou a morte cerebral

Crédito: Acervo pessoal

O policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo, suspeito de matar o lutador de jiu-jitsu Leandro Pereira do Nascimento Lo aos 33 anos, teve a prisão temporária de 30 dias decretada pela Justiça de São Paulo no domingo (7).

Henrique teria sido o autor do disparo que atingiu Leandro na cabeça em São Paulo na noite de sábado (6) durante uma discussão em casa de show. Após o crime, ele fugiu do local e é procurado.

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo define o policial militar como "autor do homicídio". Leandro chegou a ser socorrido, mas não resistiu. A defesa do lutador confirmou a morte cerebral.

A Polícia Militar afirmou que instaurou uma apuração administrativa e disse que está colaborando com as buscas por Henrique.

"A Polícia Militar lamenta o ocorrido. A instituição instaurou uma apuração administrativa e colabora com as buscas para localizar o autor", diz a nota. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 02 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado