Bahia promove uma das maiores conferências de ciência, tecnologia e inovação do país

Ciência e TecnologiaSaiba mais

Bahia promove uma das maiores conferências de ciência, tecnologia e inovação do país

5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação acontece até sexta, 5

Crédito: Thuane Maria/GOVBA

A 5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Cecti) da Bahia teve início nesta quinta-feira (4), reunindo cerca de 300 representantes de diversas regiões do Estado para discutir políticas públicas. O evento, promovido pelo Governo do Estado, segue até sexta-feira (5), no Hotel Fiesta, em Salvador, como um momento crucial para ouvir as demandas das diversas regiões, visando fortalecer a construção de uma política pública de inovação e tecnologia voltada para a inclusão e a criação de oportunidades.

Com o tema 'Por uma Bahia mais inovadora', esta edição da Cecti é considerada uma das maiores do Brasil em termos de mobilização e diversidade. Os representantes participarão de painéis dedicados a cada um dos quatro eixos temáticos, nos quais especialistas conduzirão debates visando propor recomendações para a elaboração da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (Encti) 2024-2030.

Gabriela Araújo, representante de Barreiras, destaca que as demandas nos diferentes territórios são multifacetadas, refletindo a diversidade e as particularidades de cada região: "eu venho do oeste baiano e a gente precisa que, cada vez mais, a ciência e tecnologia estejam presentes nas escolas para transformar o dia a dia dos nossos alunos e de nossas cidades. E esse evento é muito importante porque foi construído ouvindo nossas opiniões sobre as mudanças que a gente quer, sobre o que vai ser importante no nosso setor".

De acordo com o chefe de gabinete da Secti, Marcius Gomes, a Bahia dá um passo importante ao produzir uma das maiores conferências do país com essa temática: "esse evento representa não apenas uma oportunidade para discutir políticas públicas, mas, também, um marco na promoção do diálogo e da representatividade no setor de ciência, tecnologia e inovação".

Programação

Os participantes explorarão quatro eixos cruciais durante a conferência: recuperação e expansão do Sistema Nacional e Estadual de CT&I; reindustrialização e apoio à inovação empresarial; ciência, tecnologia e inovação em projetos estratégicos; e desenvolvimento social através da ciência e tecnologia. Com painelistas renomados e mediação especializada, os debates visam impulsionar políticas e projetos para tornar a Bahia um centro de inovação e desenvolvimento tecnológico.

No segundo dia do evento, os participantes discutirão e avaliarão essas propostas sistematizadas em grupos correspondentes aos eixos temáticos. Após essa etapa, uma plenária final será conduzida para analisar as proposições apresentadas nos grupos e elaborar o relatório final da conferência. Este documento orientará a formulação da nova política estadual de ciência e tecnologia, atendendo às demandas da 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, que será realizada de 4 a 6 de junho, em Brasília, Distrito Federal.

Edson Valadares, coordenador-geral da 5ª Cecti, ressalta a relevância dessa conferência no desenvolvimento de ações para uma Bahia mais inovadora: "é um espaço crucial para reunir diferentes atores e promover discussões que impulsionem políticas de ciência, tecnologia e inovação no estado, alinhadas com as demandas da sociedade e as necessidades do desenvolvimento regional".

Etapas anteriores

Como parte preparatória para a conferência, foram realizadas virtualmente e presencialmente, entre 13 de março e 3 de abril, as Conferências Livres, eventos organizados por setores interessados em promover a troca de ideias sobre temas específicos. Esses encontros tiveram como eixos temáticos, a recuperação, expansão e consolidação do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação; a reindustrialização em novas bases e apoio à inovação nas empresas; ciência, tecnologia e inovação para programas e projetos estratégicos nacionais; e ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento social.

Participaram de Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs), incluindo todos os setores das universidades, empresas e empreendedores da área, gestores de políticas e incentivos; Executivo, Legislativo e Judiciário e membros da sociedade civil organizada.

As votações para a escolha dos 300 representantes aconteceram em 11 plenárias macroterritoriais, com cerca de 3 mil participantes e mais de 1000 propostas, nos municípios de Serrinha, Eunápolis, Irecê, Seabra, Vitória da Conquista, Senhor do Bonfim, Feira de Santana, Barreiras, Ilhéus, Juazeiro e Lauro de Freitas.

"Foram mais de mil propostas construídas coletivamente no nosso estado, para que a gente possa trazer a importância e centralidade da ciência, da tecnologia e, principalmente, para que a gente possa integrar esse desenvolvimento a partir da Justiça Social", enfatizou a primeira-dama do Estado, Tatiana Velloso, que estava presente no evento. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 23 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/