Diretores da Anvisa voltam ser ameaçados após aprovar Coronavac para crianças

COVID-19Órgão técnico

Diretores da Anvisa voltam ser ameaçados após aprovar Coronavac para crianças

'O preço a ser pago será terrível', diz uma das mensagens

Crédito: Divulgação

Assim como ocorreu quando liberaram a vacina pediátrica da Pfizer contra a Covid-19, diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) voltaram a receber ameaças e ofensas depois de aprovar a aplicação da Coronavac em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.

De acordo com reportagem do jornal O Globo, o material ofensivo foi enviado aos e-mails institucionais dos funcionários na tarde de quinta-feira (20), logo após a aprovação.

Em uma das mensagens uma pessoa que se identifica como Nilza diz que os servidores, que colocam a "vida inocentes numa grande roleta russa", serão vítimas de uma "maldição". "(…) o preço a ser pago será terrível não quero estar na sua pele e oro a Deus em desfavor de todos que tem causado dor e sofrimentos ao seu próximo, lembre se o próximo pode ser dentro de sua família (sic.)", diz parte do e-mail reproduzido pelo G1.

Em outra mensagem, o remetente acusa os funcionários da Anvisa de falta de "amor à pátria", diz que "o preço que o servidor vai pagar será altíssimo" e ainda que "com certeza não usará esse experimento nós filhos e netos de vcs (sic.)".

As ameaças aos técnicos da agência se intensificaram após o presidente Jair Bolsonaro dizer em uma live que pretendia divulgar os nomes daqueles que haviam aprovado a vacina da Pfizer para o público infantil. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 20 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/