Copa do Mundo masculina terá árbitra mulher pela primeira vez na história

EsportesHistórico

Copa do Mundo masculina terá árbitra mulher pela primeira vez na história

Stéphanie Frappart foi escalada para jogo decisivo entre Alemanha e Costa Rica

Crédito: Fifa/Divulgação

Pela primeira vez na história, a Copa do Mundo terá uma árbitra apitando um jogo masculino. A francesa Stéphanie Frappart, de 38 anos, foi escalada para a partida entre Costa Rica e Alemanha, que vale vaga nas oitavas de final. O duelo terá um trio 100% feminino, com a brasileira Neuza Back e a mexicana Karen Diaz Medina como assistentes.

Frappart já havia atuado nesta Copa do Mundo, mas como quarta árbitra, no empate entre México e Polônia, pela primeira rodada. Na ocasião, ela se tornou a primeira mulher a exercer a função em um Mundial.

A francesa já está acostumada a ser pioneira e, em 2020, foi a primeira mulher a arbitrar na Liga dos Campeões, na partida entre Juventus e Dínamo de Kiev. Ela foi premiada em 2020 e 2021 como melhor do mundo pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS).

O duelo entre Costa Rica e Alemanha está marcado para quinta-feira (1), às 16h, no estádio Al Bayt, pelo Grupo E. Os alemães vivem situação dramática e, para avançar, precisam vencer, além de torcer por derrota do Japão para a Espanha. Se os japoneses empatarem, a decisão sobre quem passa seria no desempate por saldo ou gols marcados.

Já a Costa Rica vai às oitavas se vencer. Caso empate, precisaria torcer por derrota do Japão para a Espanha.

Com informações do Correio*.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 02 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado