Paralimpíadas Escolares: 12 medalhas e conquistas memoráveis em 2023

EsportesDelegação baiana

Paralimpíadas Escolares: 12 medalhas e conquistas memoráveis em 2023

Atletas paralímpicos da Bahia brilham em São Paulo,

Crédito: Reprodução/Ascom Sudesb

A delegação de atletas paralímpicos da Bahia retorna ao estado neste sábado, trazendo na bagagem um total de 12 medalhas, sendo seis de ouro, três de prata e três de bronze, após uma impressionante participação na etapa nacional das Paralimpíadas Escolares. O evento, que contou com intensa competição em quatro modalidades esportivas, revelou o talento e a garra dos nove atletas representando a Bahia.

Os competidores, provenientes de Salvador e Jequié, destacaram-se em atletismo, natação, badminton e tênis de mesa, representando o estado com determinação e paixão pelo esporte. A atleta Bárbara Brito, da natação, e Riquelme Araújo, do atletismo, trouxeram destaque para Jequié, sendo parte fundamental do sucesso da delegação baiana.

O chefe da delegação e coordenador-geral do Centro de Referência Paralímpico da Bahia (CRPB), professor Virgílio Leiro, elogiou o desempenho da delegação, ressaltando a competitividade e aguerrimento técnico dos atletas. Destaque para Bárbara Brito, que conquistou o bicampeonato brasileiro nas três provas de natação disputadas.

O atleta paralímpico Adelmare Júnior, responsável pelo Núcleo do Paradesporto da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), também comemorou os resultados, expressando a intenção de aumentar a presença baiana nas Paralimpíadas Escolares em futuras edições, abrangendo ainda mais modalidades esportivas.

Wilton Brandão, diretor de Fomento ao Esporte da Sudesb, destacou a importância das Paralimpíadas Escolares para fortalecer o paradesporto brasileiro. Brandão enfatizou o compromisso de fomentar ainda mais o paradesporto na Bahia, visando um retorno em 2024 com um contingente ainda mais expressivo e tecnicamente competente.

Os campeões baianos, cada um em sua modalidade, celebraram as conquistas:

Bárbara Brito (natação, provas costas 100, 400M livre e 50M): 03 medalhas de ouro

Davy Santos (60M, lançamento de pelota e 150M): 01 medalha de ouro e duas de prata

Maria Rita (badminton, por equipe e individual): 01 medalha de ouro e uma de prata

Amanda Oliveira (tênis de mesa, por equipe): 01 medalha de ouro

Daniel Rios (atletismo de peso e salto em distância): 02 medalhas de bronze

Riquelme Araújo (atletismo): 01 medalha de bronze

Os atletas baianos, com deficiências física, visual e intelectual, que representaram a Bahia, recebem treinamento e suporte do Instituto de Organização Neurológica da Bahia (ION), Fundação José Silveira (IBR), Instituto de Cegos da Bahia (ICB), Centro de Atendimento de Educação Vera Cruz e Centro de Referência Paralímpico da Bahia.

A delegação contou com o apoio do Governo do Estado, que forneceu passagens aéreas por meio das Secretarias de Educação e de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, representadas pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), em execução do projeto Jogos Escolares da Bahia 2023 em parceria com a Federação Baiana de Esporte Escolar (FBEE). 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/