Sergio Moro é chamado de "fascista" e "traidor" durante lançamento de livro

PolíticaRio de Janeiro

Sergio Moro é chamado de "fascista" e "traidor" durante lançamento de livro

Ex-juiz foi alvo de protesto na porta de um teatro

Crédito: Reprodução/Instagram

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos), pré-candidato à Presidência, foi hostilizado na quinta-feira (9), durante o lançamento de seu livro "Contra o sistema de corrupção", no Rio de Janeiro.

Assim, segundo o colunista Chico Alves, do portal UOL, o protesto ocorreu na porta do Teatro dos Quatro, na Gávea, local do talk-show em que o jornalista Carlos Nascimento entrevistou o ex-juiz. Um grupo de pessoas se reuniu para vaiar Moro e xingá-lo de "fascista" e "traidor", enquanto admiradores tentavam defendê-lo e seguranças cuidavam para que os manifestantes não se aproximassem demais da entrada.

Revoltada com a utilização do teatro para o lançamento do livro do ex-juiz, a atriz Ana Beatriz Nogueira foi ao Instagram para anunciar que vai cancelar o lançamento da peça "Um dia a menos", previsto para janeiro, em que ela atua e produz.

Em nota, a administração do Teatro dos Quatro lamentou os protestos e informou que o evento de Moro foi "uma relação comercial e pontual, como tantas outras". Em outras cidades onde houve lançamento do livro do pré-candidato à Presidência houve protestos semelhantes, como aconteceu em Porto Alegre e Recife.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 14 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/