Casal é investigado por comprar smartphones com moedas falsas

SegurançaGolpes

Casal é investigado por comprar smartphones com moedas falsas

Acusados residem no Ceará e aplicavam "golpes" na região de Juazeiro e Petrolina.

Foto: Divulgação/ PF
Na última segunda-feira (10), a Polícia Federal deu cumprimento a dois mandados de buscas domiciliares e um mandado de prisão preventiva, na Operação Playboy, expedidos pela Justiça Federal de Pernambuco, em face de casal residente em Juazeiro do Norte, no Ceará, que aplicava "golpes" na região de Juazeiro e Petrolina (PE).

Os golpes, segundo a PF, são referentes à compra de smartphones mediante a introdução em circulação de cédulas falsas. As investigações apontaram que o casal entrava em contato, via rede social, com a pessoa interessada na venda de aparelho telefônico, marcava a entrega em local público e pagava a negociação através de notas de real falsas.

As vítimas só tinham conhecimento que se tratavam de células falsas posteriormente, quando o casal já havia retornado para sua residência em Juazeiro do Norte/CE, onde revendiam os aparelhos.

O nome da operação está relacionado com o padrão de vida ostentado pelos alvos e com a prática criminosa reiterada. Se condenados, os envolvidos poderão ser punidos com pena de reclusão de até 12 anos e multa pelo crime de moeda falsa (art. 289, do Código Penal). 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 14 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/