Duas pessoas presas suspeitas de roubo de energia no interior baiano

Segurança​Crime

Duas pessoas presas suspeitas de roubo de energia no interior baiano

360 mil quilowatt/hora podem ter sido desviados 

Crédito: Divulgação

A Coelba e a Polícia Civil realizaram, na última quarta-feira (30), uma operação de combate ao furto de energia no município de Caravelas, extremo sul da Bahia. Durante a ação, duas fazendas foram flagradas com ligações clandestinas, que resultou na prisão dos dois responsáveis pelas propriedades. A distribuidora estima que 360 mil quilowatt/hora foram desviados para atender as unidades, energia que seria suficiente para abastecer três mil residências por um mês.

Os técnicos da Coelba removeram das unidades, além de fios, quatro transformadores, 21 chaves fusíveis e cinco isoladores. Os equipamentos estavam instalados irregularmente para fornecer energia de maneira clandestina às fazendas. Os profissionais da distribuidora desligaram as unidades e emitiram a cobrança da energia não medida.

"A operação mostra, mais uma vez, que o furto de energia é crime e quem realiza a prática ilegal está passível de sofrer sanções na esfera administrativa e penal. Somente neste ano, 22 pessoas foram conduzidas à delegacia em ações realizadas pela Polícia Civil e a distribuidora", destacou o gerente de Gestão da Receita da Coelba, Rodrigo Almeida.

Crime e denúncias

A distribuidora reforça que os "gatos" representam riscos para a segurança de quem os realiza e da população. Além disso, o furto de energia prejudica o fornecimento de energia da região, podendo causar graves problemas para a rede elétrica e ocasionar a interrupção do abastecimento.

O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até a oito anos de reclusão pela prática ilegal. Por isso é importante a denúncia de fraudes e furtos de energia. O apoio da comunidade é essencial para identificar os desvios e acionar a distribuidora. 

As denúncias são feitas de forma anônima através do telefone 116 ou pelo site da Coelba na parte de Serviços, na aba Denúncia de Irregularidade.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 03 Fevereiro 2023

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado