Ponto e Vírgula 29/08/2023

Ponto e Vírgula 29/08/2023

Sobe - O Governo do Estado, por entregar mais 30 leitos no Hospital Geral Clériston Andrade.

Desce - Os índices de criminalidade na Bahia, que registraram o maior número de mortes violentas, no primeiro trimestre de 2023.

Subprefeituras

A administração municipal, em Feira de Santana, pode passar a contar com subprefeituras, em todos os sete distritos. A criação dessas unidades de gestão é prevista em um projeto de lei em tramitação na Câmara. De autoria do vereador Edvaldo Lima (MDB), a proposta deverá ser apreciada em plenário nas próximas sessões. Caso a medida se torne lei, serviços essenciais oferecidos na cidade, à população, também estarão disponíveis na zona rural. O texto prevê que cada distrito receberá instalações físicas para a operacionalização da subprefeitura.

Subprefeituras I

Para Edvaldo Lima, as subprefeituras vão aproximar a gestão municipal da comunidade, que poderá apresentar as suas demandas diretamente e sem necessitar de se deslocar até a cidade para procurar uma das secretarias de Governo. O projeto determina, também, que 30% dos estagiários e profissionais graduados nas diversas áreas, integrantes do órgão, devem ser residentes no distrito-sede. A subprefeitura deverá contar com uma ouvidoria, que funcionará de forma virtual ou por telefone.

Robinson Almeida

O Partido dos Trabalhadores da Bahia o Encontro Territorial de Salvador e validou em conjunto com a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, o nome do deputado estadual Robinson Almeida como pré-candidato à prefeitura de Salvador. Estiveram presentes no encontro dirigentes estaduais e municipais, a deputada Neusa Cadore, o deputado federal Zé Neto, a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, os vereadores Thiago Ferreira, Arnando Lessa, Marta Rodrigues e Suíca. No encontro, Robinson Almeida falou sobre o orgulho de ter sido escolhido para representar o PT na eleição para prefeito.

Comunidades quilombolas

Um encontro entre o governador Jerônimo Rodrigues, a ministra Rosa Weber, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), e o desembargador Nilson Soares Castelo Branco, presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), tratou de ações voltadas para garantias de direitos das comunidades quilombolas. Durante a reunião realizada em Salvador, o caso da morte de Mãe Bernadete Pacífico também foi abordado. Na conversa com os chefes do Judiciário federal e estadual, Jerônimo falou sobre o estágio das investigações e sobre os desafios comuns relacionados ao tema.

MDB

O presidente de honra do MDB, o ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima, afirmou que segue defendendo o nome do vice-governador Geraldo Júnior (MDB) para o pleito municipal, em Salvador em 2024. No entanto, ele descartou que a sua sigla irá apresentar candidatura própria sem consentimento do grupo do governador Jerônimo Rodrigues (PT).

Reforma ministerial

Negociada há meses por parlamentares do Centrão, o martelo em torno da reforma no comando de pastas da Esplanada dos Ministérios de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve, enfim, ser batido com o retorno do presidente da África do Sul, onde participou da 15ª Cúpula do Brics. Na ocasião, ele retoma a agenda política e a expectativa se volta sobre a esperada notícia da definição dos cargos que o Replicados e o PP devem ocupar em seu governo, leia-se Silvio Costa Filho e André Fufuca, respectivamente, nomes já sacramentados pelo presidente. O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, afirmou que Lula já tem uma "decisão tomada" sobre as mudanças na Esplanada.

7 de setembro

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pretende usar da cerimônia do sete de setembro como uma oportunidade para desvincular as Forças Armadas da polarização traçada a partir da gestão bolsonarista. O momento terá como slogan: Democracia, Soberania e União. Faltando menos de 10 dias, a Esplanada dos Ministérios já tem arquibancadas e palcos, além de faixas nas cores da bandeira nacional.

8 de janeiro

O ministro do STF Nunes Marques liberou ontem (28), para julgamento as seis primeiras ações penais contra os ataques aos três Poderes, no dia 8 de janeiro. Com a liberação, agora cabe à presidente da Casa, a ministra Rosa Weber, marcar a data. Entre os réus integrantes do núcleo de executores a serem julgados estão Aécio Lucio Costa Pereira, João Lucas Vale Giffoni e Jupira Rodrigues.

Veja também:

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 15 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/