Neto ataca CBF em programa: acusação de benefício ao Vitória gera polêmica

EsportesPolêmica

Neto ataca CBF em programa: acusação de benefício ao Vitória gera polêmica

Neto lançou críticas contundentes à CBF e acusou o presidente da entidade de favorecer o Vitória

Crédito: Reprodução

Durante a transmissão do programa "Os Donos da Bola" na TV Bandeirantes nesta segunda-feira, o ex-jogador e apresentador Neto lançou críticas contundentes à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e acusou o presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, de favorecer o Esporte Clube Vitória ao adiantar R$ 4 milhões.

Neto destacou a suposta violação do estatuto da CBF, que proíbe o adiantamento de dinheiro a clubes. "O Ednaldo adiantou R$ 4 milhões para o Vitória. Eu provo isso, eu provo! Mas por que você não adiantou para o Londrina? Para o meu Guarani? Para a Chapecoense? Para os times que caíram? Por que só para o Vitória? Deve ser alguma coisa aí, né?! Pelo estatuto, você não poderia ter feito isso! R$ 4 milhões! O Vitória foi campeão por isso? Não sei, mas ajudou muito. Alguém na TV falou sobre isso?", questionou o apresentador.

Em resposta às acusações, o presidente do Vitória, Fábio Mota, participou de uma entrevista no Arena BNews no mesmo dia, rebatendo as declarações de Neto. Mota afirmou que o clube fez um requerimento para o adiantamento, mas não recebeu os R$ 4 milhões mencionados por Neto. Ele esclareceu que o Vitória possui créditos a receber da CBF por competições programadas para 2024, como Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa do Nordeste.

"Não tenho nada a ver com a briga entre Ednaldo e Neto, nem com ninguém. Adiantamento no futebol existe desde quando o futebol existe. O Vitória tem uma série de créditos a receber. Eu não tenho nada a ver com essa briga, nem o Vitória. O Vitória subiu no campo", afirmou o presidente. Ele destacou os valores a receber, incluindo R$ 7,5 milhões da Copa do Brasil, R$ 80 milhões do Campeonato Brasileiro e mais recursos da Copa do Nordeste.

Mota ressaltou que a solicitação de adiantamento foi feita para suprir necessidades financeiras do clube, como pagamento do 13º salário e outras despesas. "Fizemos o requerimento, sim. Estamos fazendo o que nos dá direito. O Vitória está procurando onde tem crédito para pedir", concluiu o presidente do Vitória, esclarecendo o contexto da situação e afastando qualquer irregularidade nas ações do clube. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 05 Março 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/