Rosamaria pede mais espaço para técnicas de vôlei

EsportesEquidade de gênero

Rosamaria pede mais espaço para técnicas de vôlei

Atleta destaca importância da equidade de oportunidades 

Crédito: Reprodução/X@twittbru

Rosamaria Montibeller, renomada jogadora de vôlei com 29 anos, levanta a bandeira da equidade de gênero no esporte e cobra maior presença feminina nos cargos de técnicas. Em entrevista à Folha, a atleta demonstra surpresa ao ser informada sobre a paridade numérica de gênero nos Jogos Olímpicos de Paris-2024 e destaca a importância dessa iniciativa.

"É simplesmente isso, equidade de oportunidades, que é do que a gente precisa e o que a gente merece", afirma Rosamaria, ressaltando que o esporte necessita avançar nesse aspecto.

Com uma carreira de 20 anos sob o comando do técnico José Roberto Guimarães, a jogadora, que atua como ponteira e oposta, destaca a falta de treinadoras mulheres na seleção brasileira feminina de vôlei. Mesmo reconhecendo o papel e a competência de Zé Roberto, Rosamaria enfatiza a necessidade de mais mulheres ocupando esses espaços.

"Nós precisamos de mais mulheres ocupando esses lugares, tendo mais vozes inclusive na nossa seleção. O Zé Roberto, assim como o Bernardinho, são multicampeões. O que a mulherada busca hoje em dia é isso, a oportunidade de se tornar um deles", defende a atleta.

Apesar de ser uma referência como atleta, modelo e influenciadora, Rosamaria destaca a importância de não se limitar a rótulos. Com mais de 1,2 milhão de seguidores no Instagram, a jogadora utiliza as redes sociais para compartilhar diversos aspectos de sua vida, incluindo momentos da carreira esportiva, culinária e moda.

A atleta, que recentemente se transferiu para a liga japonesa, busca novos desafios e aprimoramento em suas habilidades. A mudança para o Japão proporciona uma experiência diferente, especialmente na parte defensiva do jogo. Rosamaria destaca a habilidade técnica das jogadoras japonesas e a importância de desenvolver versatilidade no estilo de jogo.

Ao finalizar a entrevista, Rosamaria reforça a importância de representatividade e oportunidades iguais para mulheres no esporte, destacando que a mudança é fundamental para o crescimento e evolução do voleibol feminino no Brasil e no mundo.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 17 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/