Jair Bolsonaro parece ter chegado no teto nas pesquisas, diz CEO da Quaest

PolíticaEntrevista

Jair Bolsonaro parece ter chegado no teto nas pesquisas, diz CEO da Quaest

'Começa a ter dificuldade em diminuir essa distância para o ex-presidente Lula', analisou Felipe

Crédito: Divulgação

O CEO da Quaest, Felipe Nunes, disse em entrevista à CNN Brasil, nesta quarta-feira (21), que o presidente Jair Bolsonaro (PL) "parece ter chegado a um teto" de intenções de voto nas pesquisas. Comentário foi feito após a Genial/Quaest divulgar a mais recente rodada de seu levantamento.

"Esse resultado indica que a campanha de Bolsonaro, depois de ter feito um evento de grande repercussão nacional no 7 de Setembro, depois entregado benefícios sociais para grupos importantes da sociedade brasileira e ter conseguido trazer o apoio evangélico em massa para o seu palanque, parece ter chegado em um teto", disse Nunes.

Na pesquisa divulgada nesta quarta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apareceu com 44% das intenções, enquanto Bolsonaro apresentou 34%. No levantamento anterior, divulgado no último dia 14, o petista tinha 42%, e Bolsonaro, 34%.

"(Bolsonaro) começa a ter dificuldade em diminuir essa distância para o ex-presidente Lula, em um momento crítico da eleição", acrescentou o especialista durante a entrevista.

A pesquisa analisada por Felipe entrevistou duas mil pessoas, face a face, entre os dias 17 e 20 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais e possui 95% de confiança. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-04459/2022. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 05 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado