Suspeito de compartilhar cenas de abuso infantil é preso em Salvador

Suspeito de compartilhar cenas de abuso infantil é preso em Salvador

A investigação foi iniciada pela PF em 2022. 

Foto: Divulgação/ PF

Nesta quinta-feira (2), a Polícia Federal prendeu, em flagrante, homem que participava de rede cibernética voltada ao compartilhamento de conteúdo voltado ao abuso sexual infantil, em Salvador.

A investigação foi iniciada em 2022, a partir de uma operação policial ocorrida no estado de Rondônia, onde foram examinados equipamentos de um suspeito e encontrados indícios de prática de disponibilização de vídeos e imagens de abuso sexual infantil por número de telefone vinculado a esta capital.

Durante as investigações, foi possível constatar que o homem preso vem disponibilizando imensa quantidade de arquivos relacionados ao abuso sexual infantil há alguns anos e, hoje, no cumprimento de busca em sua residência, havia vasta quantidade de mídias (imagens e vídeos) com o citado conteúdo.

A recente Lei 14.811, de 12 de janeiro de 2024, que também fez a previsão do crime de ciberbullying, entre outras modificações, incluiu o crime de armazenamento de mídias de abuso sexual infantil no rol de crimes hediondos, de modo que o autor desse tipo de delito deixa de fazer jus, por exemplo e nos casos específicos, à fiança e a outros benefícios processuais.

A investigação segue agora para analisar o material arrecadado em posse do homem preso, que poderá ser condenado a pena de até dez anos pelos crimes cometidos.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/