Ação da PF contra mandantes da morte de Mariele Franco foi antecipada para evitar vazamento

BrasilVereadora assassinada

Ação da PF contra mandantes da morte de Mariele Franco foi antecipada para evitar vazamento

A Polícia Federal temia que os suspeitos fugissem do país

Crédito: Carlos Brito/G1

A operação deflagrada neste domingo (24) pela Polícia Federal (PF), que resultou na prisão de três suspeitos de encomendar o assassinato de Marielle Franco, foi antecipada para evitar eventuais vazamentos.

A informação foi revelada pelo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, ao blog de Andréia Sadi. Segundo a jornalista, a Operação Murder Inc ocorreu no fim de semana devido ao temor de que os investigados fugissem. De acordo com César Tralli, na Globonews, familiares dos suspeitos se articulavam para deixar o Brasil.

Foram presos pela PF neste domingo (24) Domingos Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado; o deputado federal Chiquinho Brazão (União Brasil-RJ); o ex-chefe de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Rivaldo Barbosa.

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 15 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/