Ayrton Senna: a saga do último tricampeão brasileiro na F1

EsportesLegado, triunfos, luto

Ayrton Senna: a saga do último tricampeão brasileiro na F1

Relembre a trajetória brilhante e a despedida trágica do patrono do esporte nacional 

Crédito: Reprodução/X @DannyRS194

Quem foi Ayrton Senna, último brasileiro tricampeão de F1

Patrono do esporte brasileiro, Ayrton Senna da Silva foi um dos maiores pilotos da F1. Iniciando sua carreira em 1984, foi campeão em 1988, 1990 e 1991, fez história em sua passagem pela McLaren formando dupla com o francês tetracampeão Alain Prost e anotou recordes que detém até hoje. Porém, despediu-se precocemente em um acidente fatal no GP de San Marino em 1994, deixando órfã uma geração que só veria um brasileiro vencer de novo com Rubens Barrichello no GP da Alemanha de 2000 mas imortalizando seu nome. Saiba mais sobre a trajetória do último tricampeão do Brasil na F1!

Nascido em São Paulo no bairro de Santana, Ayrton começou a correr de kart aos quatro anos, e a brincadeira virou coisa séria com 13. Aos 21 anos, Senna migrou para a Europa, onde conquistou em 1981 o campeonato da Fórmula Ford 1600 no Reino Unido ao vencer 12 de 20 corridas. Dois anos depois, ele faturou o título da Fórmula 3 britânica, na época o último degrau antes da Fórmula 1.

A estreia na elite do automobilismo europeu foi em 1984 pela Toleman. Senna sofreu uma quebra em sua estreia em casa, no GP do Brasil em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Seu primeiro ponto, porém, veio logo na etapa seguinte do GP da África do Sul.

Em um ano desafiador devido ao carro, abandonando oito de 14 provas, o brasileiro fez sua estrela brilhar pela primeira vez no chuvoso GP de Mônaco. Nele, largou em 13º e atravessou o grid sob condições adversas, desafiando até o tricampeão Niki Lauda e chegando perto do vencedor Alain Prost para terminar em segundo lugar.

O pimeiro triunfo e a histórica parceria com a McLaren

O brasileiro conquistou sua primeira vitória na F1 no GP de Portugal de 1985, quando trocou a Toleman pela Lotus. Depois de garantir a pole position, Senna sofreu uma quebra no motor Renault no domingo antes da corrida. E ainda voltou a chover forte no circuito; entretanto, Ayrton garantiu seu triunfo abrindo uma volta sobre 19 dos 20 pilotos que restaram na disputa.

A segunda vitória veio no mesmo ano, no GP da Bélgica. Na temporada seguinte, levou os GPs da Espanha e Estados Unidos e, em 1987, sua última passagem pela Lotus, anotou dois triunfos consecutivos em Mônaco e nos Estados Unidos.

Glória e tensão com a McLaren

A histórica parceria entre Senna e McLaren começou em 1988. Com a equipe britânica, o brasileiro fez uma das temporadas mais dominantes do time e de sua carreira, fechando o ano com 13 poles, 11 pódios e oito vitórias em 16 corridas para conquistar seu primeiro título mundial.

Juntos, Ayrton e Alain venceram 15 das 16 corridas de seu primeiro ano juntos. Mas iniciaram também uma antológica rivalidade que deslanchou de vez com uma "troca de fechadas" entre eles em Portugal. No começo de 1989, Senna teria também rompido um acordo ao ultrapassar o colega em Imola.

A primeira vitória do brasileiro pela McLaren foi em um 1º de maio no GP de San Marino, logo após a etapa do Brasil. Ayrton conquistou a pole com 0s7 de vantagem para Prost - e incríveis 3s sobre Nelson Piquet, terceiro colocado. Enquanto o francês perdia posições com uma largada ruim, o brasileiro seguiu na ponta até o fim da prova.

O último título com a McLaren e a mudança para a Williams

A segunda temporada com a dupla culminou no título do francês - com direito a uma colisão entre ele e Senna no GP do Japão, que terminou com o brasileiro desclassificado. E o ano já não havia começado bem para Ayrton, com um 11º no Brasil. No entanto, ele voltaria ao topo do pódio em San Marino, na etapa seguinte, quando fez uma polêmica ultrapassagem sobre Prost na curva Villeneuve.

Saída da McLaren e estreia interrompida na Williams

*O brasileiro ainda passaria mais dois anos na equipe britânica. Em 1992, ele venceu apenas três 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 16 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/