ACM Neto diz que vai levar hospital regional para norte da Bahia

PolíticaCandidato

ACM Neto diz que vai levar hospital regional para norte da Bahia

'Vamos tapar o buraco da assistência à saúde', diz candidato 

Crédito: Divulgação
O candidato a governador ACM Neto (União Brasil) afirmou na quinta-feira (11) que o atual governo do estado realiza obras apenas às vésperas das eleições, como tem ocorrido neste ano de 2022. Em visita a Glória, no Norte da Bahia, ele criticou ainda a falta de uma assistência de saúde pública de qualidade para a região, e comprometeu-se a criar um hospital para atender os municípios com maior eficiência.

"Nós não vamos fazer como estes que estão aí no poder há 16 anos, que chegam para tapar alguns buracos no asfalto às vésperas da eleição, achando que com isso vão tapear o povo. O que nós vamos fazer é tapar o enorme buraco da assistência à saúde nessa região, trazendo um hospital regional digno para atender à população. Está aí a cidade de Paulo Afonso pagando um preço altíssimo pelo buraco na saúde e toda a região também", afirmou.

Em Glória, Neto foi recebido pelo prefeito David Cavalcanti (PP), que deixou a base governista e declarou apoio ao candidato do União Brasil em julho. Também participaram do evento político os candidatos a vice-governadora Ana Coelho (Republicanos) e ao Senado Cacá Leão (PP).

Em seu discurso, David Cavalcanti ressaltou que a saúde é um dos maiores problemas da região. A cidade-polo, Paulo Afonso, conta apenas com um Hospital Municipal para atender não só a demanda dos municípios vizinhos como de outros estados, já que se encontra na divisa entre Bahia, Alagoas e Pernambuco. Os hospitais estaduais como o Santa Tereza, em Ribeira do Pombal, o Dantas Bião, em Alagoinhas, e o Regional de Juazeiro estão muito distantes e também sobrecarregados.

Neto criticou a passividade do governo do estado com o tema: "Faltando poucos dias para as eleições, eles chegam com várias promessas, acham que o asfalto vai calar a boca das pessoas, que isso vai ser mais forte do que a consciência das pessoas. A consciência dos baianos, hoje, pede mudança. Essa consciência faz com que os baianos não aceitem mais um governo que teve 16 anos para resolver o problema da saúde da região e não o fez. E quem paga o preço são as pessoas que precisam esperar nessa perversa fila da regulação para conseguir um internamento hospitalar", criticou o candidato.

O candidato do União Brasil ressaltou ainda que vai trabalhar em todos os dias de seus quatro anos de mandato para proporcionar um futuro melhor para a Bahia. "Um governador que não vai aparecer apenas às vésperas da eleição com discurso, com promessas e com propaganda. Um governador que não vai chegar no interior para tentar tapear as pessoas jogando asfalto ali, asfalto acolá. Porque essa é a receita daqueles que nos governam há 16 anos e o povo não aguenta mais", disse.
 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 05 Outubro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/