Alexandre de Moraes manda soltar quatro presos por fraude em cartões de vacina de Jair Bolsonaro

PolíticaSaiba mais

Alexandre de Moraes manda soltar quatro presos por fraude em cartões de vacina de Jair Bolsonaro

Ministro do STF determinou a soltura de investigados

Crédito: Rosinei Coutinho/SCO/STF

De acordo com uma reportagem do Metrópoles, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, mandou soltar quatro suspeitos de envolvimento em esquema de fraude nos cartões de vacinação do ex-presidente da República Jair Messias Bolsonaro (PL) e de pessoas em seu entorno.

O Metrópoles aponta que os quatro novos nomes com a soltura determinada são o sargento Luís Marcos dos Reis; o ex-major do Exército Ailton Gonçalves Moraes Barros; o militar do Exército Sérgio Cordeiro; e o ex-secretário municipal de Governo de Duque de Caxias (RJ) João Carlos de Sousa Brecha.

Leia mais

Foi esse mesmo esquema que levou o ex-ajudante de ordens de Bolsonaro Mauro Cid à prisão em 3 de maio. Cid foi solto no início deste mês, após Moraes homologar um acordo de delação premiada firmado entre o ex-ajudante de ordens e a Polícia Federal (PF).

Ainda segundo o Metrópoles, em quatro decisões diferentes, o ministro determinou a liberdade provisória, com o uso de tornozeleira eletrônica, além de outras condicionantes para a manutenção da liberdade. Além disso, os suspeitos ficam proibidos de usar redes sociais, de se comunicar com os demais envolvidos e terão passaportes cancelados. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 25 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/